Correio do Minho

Braga,

- +
Barcelos é a 1.ª Capital Mundial da Saúde Mental
Painel de Vhils e Alfredo Cunha marca Abril na dst

Barcelos é a 1.ª Capital Mundial da Saúde Mental

ABC ataca pódio contra Benfica no Flávio Sá Leite

Barcelos é a 1.ª Capital Mundial da Saúde Mental

Cávado

2023-12-02 às 10h14

Libânia Pereira Libânia Pereira

O título de 1.ª Capital Mundial da Saúde Mental foi atribuído ontem a Barcelos. A cidade será assim “um modelo para o todo o mundo”.

Citação

Barcelos é oficialmente a primeira Capital Mundial da Saúde Mental. A atribuição do título pela Federação Mundial de Saúde Mental decorreu, ao início da tarde de ontem, numa cerimónia em que foi assinado o memorando de entendimento entre o presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Mário Constantino, e o presidente da Federação Mundial de Saúde Mental, Tsuyoshi Akiyama. Nas palavras do autarca barcelense, esta distinção é encarada com “uma enorme honra e orgulho, e simultaneamente com um forte sentimento de responsabilidade”.

Na sua intervenção, Mário Constantino lembrou o “longo historial” do concelho no que toca à saúde mental, agradecendo a diversas instituições pelos serviços prestados, nomeadamente: a Casa de Saúde S. João de Deus e Casa de Saúde S. José, a Associação de Pais e Amigos Centrada na Inclusão, a Associação de Pais e Amigos de Crianças e a Associação Recovery.
“A promoção da saúde mental é uma responsabilidade de toda a sociedade, cabendo às autarquias o papel de dinamização e apoio às instituições que no seu território operam nesta área”, frisou. O presidente acrescentou ainda que “a palavra de ordem deve ser agir em vez de reagir”.

No âmbito da distinção como Capital Mundial da Saúde Mental, Barcelos irá elaborar um Plano de Acção, do qual o edil já adiantou já duas medidas: “a criação de uma Academia da Saúde Mental para formação na área da Saúde Mental; e a criação de uma Rede Municipal de Saúde Mental que promova um conjunto e acções e projectos na área da prevenção”.
Por sua vez, o presidente da Federação Mundial de Saúde Mental afirmou que “em 75 anos de existência daquela instituição esta é a primeira vez que este reconhecimento é feito”, traduzindo-se assim “num compromisso sem precedentes”. Para Tsuyoshi Akiyama Barcelos será nos próximos três anos “um farol de esperança e um modelo para todo o mundo”.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade
Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho