Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Barcelos coberto de fibra ótica e com total desmaterialização dos processos de urbanismo
Bino assume comando da equipa B do Vitória SC

Barcelos coberto de fibra ótica e com total desmaterialização dos processos de urbanismo

Escola do 1.º Ciclo de Riba de Ave renasce

Barcelos coberto de fibra ótica e com total desmaterialização dos processos de urbanismo

Cávado

2019-12-02 às 19h19

Redacção Redacção

Em conferência de imprensa, o Presidente da Câmara Municipal e o Vereador do Urbanismo congratularam-se com os resultados alcançados nesta área, assim como com a concretização da submissão online dos processos de licenciamento de urbanismo.

A  NOS e a Câmara Municipal de Barcelos aprovaram, em colaboração, um investimento estratégico para a instalação de redes de nova geração de fibra ótica em todo o concelho de Barcelos, que permitirá o acesso a serviços de televisão, telefone e internet de última geração a todos os residentes no concelho.

Este projeto, que faz de Barcelos o único concelho rural do país a estar totalmente coberto de fibra ótica, iniciou-se em outubro de 2018 e prevê-se que esteja concluído até final 2019. A  expansão da rede de fibra de última geração a todo o concelho representa um passo fundamental  para o desempenho e sucesso do setor empresarial e  uma variedade de oferta, com serviços de excelência, às famílias barcelenses.

Em conferência de imprensa, o Presidente da Câmara Municipal e o Vereador do Urbanismo congratularam-se com os resultados alcançados nesta área, assim como com a concretização da submissão online dos processos de licenciamento de urbanismo.

Com efeito, desde julho de 2018 que os pedidos de licenciamento na área do Urbanismo davam entrada nos serviços municipais e passaram a ser entregues apenas em CD pelos respetivos requerentes, anulando-se, dessa forma, a entrega de documentos em suporte de papel.

Esta primeira etapa para a total desmaterialização dos processos teve sequência com a criação de uma plataforma eletrónica para a entrega de documentação, que estará acessível no site do Município no final do corrente ano.

Com esta medida, poupa-se na utilização de papel, no seu manuseamento e arquivo e, também, nas deslocações aos serviços municipais dos requerentes de licenciamentos de obras, já que todas as fases dos processos de licenciamento terão um tratamento digital.

Tal como referido na informação divulgada por altura da realização de uma sessão de esclarecimento sobre normas técnicas para a entrega de pedidos de operações urbanísticas em formato digital, em junho de 2018, a desmaterialização dos procedimentos administrativos tem em vista não só a otimização dos recursos internos e a garantia de redução de custos para os munícipes, mas também a prossecução do objetivo principal que consiste na redução progressiva da utilização do papel.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.