Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Barcelos: Câmara promove limpeza do Rio Cávado
Braga integra grupo de peritos em Mobilidade Urbana da UE

Barcelos: Câmara promove limpeza do Rio Cávado

Cerca de 7 mil crianças integraram programa EducaBicla em Guimarães

Barcelos: Câmara promove limpeza  do Rio Cávado

Cávado

2022-08-16 às 09h00

Redacção Redacção

Após três anos de interregno, vai voltar a realizar-se a limpeza do Rio Cávado. O contrato assume um valor que ascende os 74.500 euros

Citação

A Câmara Municipal de Barcelos assinou o contrato de limpeza do Rio Cávado, cujo valor ascende a 74.500 euros, com vigência de um ano. Esta adjudicação de trabalhos acontece três anos após se ter deixado de proceder à limpeza das águas do rio, no curso que faz parte do território barcelense.
O objectivo desta prestação de serviços, contratualizada com a empresa Cifra Exótica Unipessoal Lda., é a contenção e limpeza de espécies de vegetação aquática exótica invasora existentes no rio Cávado e a realização de acções de sensibilização.
“Com estas operações de limpeza, além da valorização e preservação do rio, pretende-se efectuar uma série de diagnósticos e detectar focos de poluição”, assegura o município. Na contratação destes serviços, está incluída a realização de até 12 sessões de sensibilização da população escolar e comunidade em geral, para a protecção e valorização da biodiversidade e para o problema das invasoras, bem como a realização de até 24 passeios interpretativos de barco para dar a conhecer o trabalho desenvolvido para melhorar o ecossistema ribeirinho.
Segundo se pode ler nas cláusulas deste contrato de prestação de serviços, “pretende-se com estas operações de limpeza, além de valorizar o rio Cávado, efectuar uma série de diagnósticos e detectar focos de poluição. As acções incidem na remoção de espécies exóticas invasoras, tais como o jacinto-de-água e a pinheirinha-de-água, incluindo os recentes focos das espécies elódea-densa e da azola. Pretende-se ainda a remoção de todo o tipo de resíduos, incluindo os de grandes dimensões, como os “monstros domésticos”.
Os trabalhos abrangem o leito e as margens do rio Cávado desde a Barragem da Penide até ao limite jusante do concelho.
Este procedimento de limpeza do rio já peca por tardio. Recorde-se que, desde finais de 2019, não houve qualquer intervenção de limpeza das águas relativamente às espécies infestantes. Nessa altura, caducou o protocolo que o município tinha estabelecido com os Bombeiros de Barcelos e a Associação Escola de Mergulho de Barcelos, tendo as corporações de Bombeiros expressamente declinado a intenção de estabelecer protocolo semelhante. Entretanto, um parecer jurídico dos serviços camarários datado de Dezembro de 2019 identificava a tarefa de limpeza do rio como uma “Prestação de Serviços”, afirmando que a mesma tinha de ser objecto de contratação.
“Ultrapassados esses problemas legais, a partir de agora, as águas fluviais vão ser minuciosamente monitorizadas, no que respeita ao ‘Controlo e Contenção de Espécies Exóticas Invasoras Aquáticas e Ripícolas no Rio Cávado’, assim se designa a empreitada contratualizada”, afirma a autarquia.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho