Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Barcelos assinalou Dia Mundial da Ciência
Tiago Ferreira: “No primeiro treino fui para a baliza... nunca mais saí de lá”

Barcelos assinalou Dia Mundial da Ciência

Sporting de Braga regressa com ambições à Taça dos Clubes Campeões Europeus de corta-mato

Barcelos assinalou Dia Mundial da Ciência

Cávado

2022-11-28 às 21h02

Redacção Redacção

Conferência pelo professor Matos Paiva motivou alunos para a Ciência.

Citação

Com o objectivo de comemorar o Dia Mundial da Ciência, decorreu no auditório dos Paços do Concelho, a conferência 'Porque pirilampiscam os pirilampos e outras perguntas de química', pelo professor João Carlos de Matos Paiva, da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

Na iniciativa, que contou com a presença cerca de 200 alunos do concelho, a vereadora do Pelouro da Educação, Mariana Carvalho, frisou que esta é “uma forma de cativar os alunos para as disciplinas que por vezes não gostam tanto”, fazendo um “balanço muito positivo”, da participação dos alunos e das escolas que se envolvem nestes projetos”. Mariana Carvalho exaltou também o “excelente trabalho que tem sido desenvolvido nesta matéria, em articulação com os professores bibliotecários”.

Por seu lado, o palestrante - João Carlos de Matos Paiva - demonstrou a sua satisfação com a moldura humana que enchia o Auditório Municipal, e destacou a importância do desenvolvimento destas ações junto da comunidade escolar, pois as mesmas contribuem para que os jovens “conheçam os bastidores da ciência”. "Vim a Barcelos fazer boa publicidade da ciência”, sublinhou.

Esta foi mais uma iniciativa promovida pelo Município de Barcelos e a Rede de Bibliotecas de Barcelos (RBEB) no âmbito da Semana Concelhia da Ciência nas Escolas, Bibliotecas Escolares e Biblioteca Municipal.

João Carlos de Matos Paiva é Professor Associado com Agregação (em Didática) no Departamento de Química e Bioquímica e membro da Unidade de Ensino das Ciências da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.
O seu principal interesse situa-se nas relações da ciência com outras áreas do saber – nomeadamente poesia, filosofia, religião, divulgação, sociologia e educação.

É coordenador do núcleo de “Educação, Comunicação de Ciência e Sociedade ” do Centro de Investigação em Química da Universidade do Porto (CIQUP). É autor de cerca de 30 livros, uma vintena dos quais são manuais escolares.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho