Correio do Minho

Braga, terça-feira

Banco de Terras de Guimarães com 28 terrenos inscritos
Bom Jesus é subida quase obrigatória para os turistas que visitam Braga

Banco de Terras de Guimarães com 28 terrenos inscritos

Julho e Agosto invertem ritmo descendente no comércio local de Braga

Vale do Ave

2018-04-23 às 17h41

Redacção

O Banco de Terras é um instrumento através do qual os proprietários podem arrendar ao Município terrenos abandonados, para que este os subarrende a empreendedores com vontade em criar o seu próprio negócio agrícola ou de base rural.

O Banco de Terras é um instrumento através do qual os proprietários podem arrendar ao Município terrenos abandonados, para que este os subarrende a empreendedores com vontade em criar o seu próprio negócio agrícola ou de base rural.

A Câmara Municipal lançou o Banco de Terras de Guimarães, primeiro Banco de Terras em Portugal, através da sua Incubadora de Base Rural (IBR Guimarães). Nesta primeira fase foram inscritos 28 terrenos, num total de 15 proprietários que aderiram a esta iniciativa, completando uma área total de 53 hectares. Foram abrangidas as freguesias de Airão S. João, Atães, Briteiros S. Salvador, Briteiros Sto. Estevão, Candoso S.Tiago, Fermentões, Gémeos, Gondar, Guardizela, Infantas, Longos, Rendufe, S. Faustino e Silvares.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.