Correio do Minho

Braga,

- +
Balcão da Inclusão com papel activo na recuperação de audição de portadora de deficiência
Famalicão mostra-se na BTL

Balcão da Inclusão com papel activo na recuperação de audição de portadora de deficiência

Aumentam burlas, GNR lança alerta

Balcão da Inclusão com papel activo na recuperação de audição de portadora de deficiência

Cávado

2023-12-05 às 18h30

Redacção Redacção

Após 30 anos de surdez, a povoense Maria Gabriela Fernandes voltou a ouvir.

Citação

A vice-presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Fátima Moreira, recebeu, nos Paços do Concelho, Maria Gabriela da Silva Alves Fernandes, Alexandrina Oliveira, funcionária do Balcão de Inclusão e, dos Bombeiros Voluntários, o operacional que habitualmente apoia nas deslocações ao Hospital de S. João, no Porto.

Maria Gabriela, com uma incapacidade de 86%, resultado de deficiência motora e auditiva, ficou surda aos treze anos em resultado de um cancro maligno. Com o apoio e as informações prestadas pelo Balcão de Inclusão foi possível encetar os contactos necessários com responsáveis do Hospital de S. João e, após várias exames e avaliações, avançar para a colocação de implante coclear.

Após 30 anos de surdez, esta povoense, privada de uma eficaz comunicação com a sua família e amigos, com um dia-a-dia dificultado pelas barreiras que naturalmente existem na nossa sociedade ainda tão despreparada para fazer face a necessidades especiais, voltou a ouvir.

Esta história, que surge no âmbito do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência tem um final feliz, tendo os seus protagonistas, desde a funcionária do Balcão de Inclusão aos Bombeiros Voluntários e aos médicos do Hospital de S. João assumido um papel decisivo e imprescindível, sem a qual não teria sido possível mudar a vida desta utente.

“A Gabriela foi operada no dia 8 de julho 2023, para colocação de implante coclear e ficará na nossa história como um caso de grande sucesso, ela já consegue ouvir muito bem sons. Actualmente, está a fazer terapia todas as semanas no Hospital Santo António, a fim de reaprender a ouvir e falar... e brevemente qualquer um de nós vai comunicar com ela mais facilmente", adiantou Alexandrina Leitão, do Balcão de Inclusão.

O Balcão da Inclusão funciona de segunda a quinta-feira, das 8.30 às 13 horas e das 13.30 às 16.30 horas, à sexta-feira das 8.30 às 13 horas e situa-se na Avenida 25 de abril, junto ao Espaço do Idoso. O contacto telefónico é 964 670 172.

Está a decorrer desde 25 de Novembro, a XIII Semana Municipal para a Igualdade e Não Discriminação, que tem como objectivos sensibilizar os diferentes públicos para a igualdade e a inclusão, promover a partilha de experiências e incentivar o desenvolvimento de empatia. Inseridas no programa, foram realizadas várias actividades, dentre as quais destacamos a apresentação da Rota dos Monumentos Inclusivos, um projecto inovador e pioneiro, que quer tornar acessíveis a todos/as o conhecimento sobre o património do concelho, através de elementos interpretativos adequados às necessidades de cada pessoa.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho