Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Balanço positivo da Feira do Livro de Barcelos
Ignácio convida a fazer boa refeição com muita história

Balanço positivo da Feira do Livro de Barcelos

Triformis Técnica está de portas abertas à comunidade

Balanço positivo da Feira do Livro de Barcelos

Cávado

2019-07-15 às 18h18

Redacção Redacção

Esta edição teve como objetivo principal a promoção e o incentivo à leitura, destacando-se a evocação a Sophia de Mello Breyner, cujo centenário do nascimento se comemora no presente ano, a Agustina Bessa-Luís, a escritora da “Sibila, que faleceu recentemente, e a Florbela Espanca, de quem se comemoram os 125 anos do seu nascimento.

Chegou ao fim a 37ª edição da Feira do Livro de Barcelos que, entre os dias 2 e 14 de julho, animou e encheu de livros a Avenida da Liberdade e o Largo da Porta Nova, contando com mais de 90 editoras e 17 livreiros, distribuidores e alfarrabistas.

Esta edição teve como objetivo principal a promoção e o incentivo à leitura, destacando-se a evocação a Sophia de Mello Breyner, cujo centenário do nascimento se comemora no presente ano, a Agustina Bessa-Luís, a escritora da “Sibila, que faleceu recentemente, e a Florbela Espanca, de quem se comemoram os 125 anos do seu nascimento.

Marcada por lançamentos e apresentações de livros, recitais de poesia e música, teatro, concertos e animação de rua, a Feira do Livro de Barcelos voltou a oferecer uma grande variedade e qualidade de eventos. Por isso, o público correspondeu em grande número, quer visitando os stands e adquirindo livros, quer participando nas tertúlias, convivendo de perto com grandes nomes da cultura e da música portuguesas.
O evento abriu com uma intervenção artística de A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos, seguindo-se o lançamento do livro “O Sonho de Ver o Invisível” de Luís Carvalhido com a apresentação de António F. Maia, José Augusto Santos e João Lobo.

A Feira do Livro contou ainda com alguns nomes da cultura, do jornalismo e da televisão portuguesa, tais como José António Saraiva (dia 14), antigo diretor do semanário “Expresso”, Catarina Furtado (dia 11), Joana Amaral Dias (dia 6) e Hélder Reis (dia 10) na apresentação dos livros “Eu e os Outros: uma Espécie de Memórias”, “Adolescer é Fácil # só que não!”, “Psicopatas Portugueses” e “Lendas, Mitos e Ditos de Portugal”, respetivamente .

Os escritores barcelenses também estiveram em destaque, com a realização de uma tertúlia, no dia 8 de julho, que contou com a participação de Domingos da Calçada, Rui Sousa Basto, José Ilídio Torres e Joana Luísa Matos, e a apresentação do livro “Menina entre 2 Azuis”, de Inês Martins de Faria, Prémio Literário do Município de Barcelos 2018, no dia 14 de julho.

O espaço infantil voltou a ser centro das atenções para as inúmeras crianças, graças ao vasto e variado conjunto de atividades, como ateliês, apresentação de livros, pintura, leitura de histórias e sessão de contos. Os mais novos tiveram ainda oportunidade de usufruir de atividades permanentes, tais como, o cantinho da leitura, jogos didáticos, mural de pintura e desenhos para colorir.

Todos os dias, a animação de rua esteve a cargo d’A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos.

Deixa o teu comentário

Últimas Cávado

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.