Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
‘Bairro C’ vai ser novo ‘Campus das Artes’ em plena zona histórica de Guimarães
Município de Viana do Castelo investe 550 mil euros em medidas de apoio à economia no âmbito da COVID-19

‘Bairro C’ vai ser novo ‘Campus das Artes’ em plena zona histórica de Guimarães

Taça da Liga: Bola da final rola com sonhos de crianças

‘Bairro C’ vai ser novo ‘Campus das Artes’ em plena zona histórica de Guimarães

Vale do Ave

2020-12-02 às 12h25

Redacção Redacção

Domingos Bragança projecta o desenvolvimento da cidade com mais apostas culturais, agora com a recuperação do edifício Teatro Jordão e Garagem Avenida, que vai impulsionar o novo ‘Campus das Artes’.

A recuperação do edifício do Teatro Jordão e Garagem Avenida, em Guimarães, num investimento de cerca der 14 milhões de euros, vai permitir a implementação da Escola de Artes Performativas, Escola de Artes Visuais, Escola de Música e Espaço de Auditório. “Com este acrescento no Campus de Couros estão criadas condições únicas para a construção de um espaço moderno e propiciador de práticas culturais e inovadoras, transformando o Bairro C no Campus das Artes”.

O presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, realçou a importância e o impacto desta obra, na conferência on-line ‘O Teatro Jordão e o Bairro C no Centro do Futuro da Cidade’, que reuniu o autarca ao reitor da Universidade do Minho (UMinho) e ao presidente da Sociedade Musical de Guimarães.
“O futuro tem grandes desafios e, no âmbito do Bairro C, Teatro Jordão e Garagem Avenida, importa trabalhar o modelo de governança para implementar já em junho do próximo ano”, referiu Domingos Bragança, sublinhando a “ambição” na classificação da Zona de Couros como Património da Humanidade.

O Reitor da UMinho enalteceu a estreita cooperação entre a academia e a autarquia vimaranense, considerando “um caso único e de estudo” perante a constante articulação entre as instituições.
“O projecto do Bairro C é muitíssimo relevante para a universidade, no espaço do Campus de Couros, e com um projecto em construção para onde migrará a licenciatura em Teatro e a licenciatura em Artes Visuais. Através destes cursos, serão criadas melhores condições para uma interação forte e produtiva com a cidade”, apontou, a propósito, o reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho