Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Auto da Floripes exibido nas redes sociais
Não está sinalizada necessidade de montar um hospital de campanha

Auto da Floripes exibido nas redes sociais

Congresso Ibérico reforça Barcelos como referência na mobilidade sustentável

Auto da Floripes exibido nas redes sociais

Alto Minho

2020-07-13 às 11h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Situação pandémica não permite que o Auto da Floripes seja representado como sempre foi, no Largo das Neves. Porém, a tradição vai ser cumprida. A representação de teatro popular vai ser gravada em local não divulgado e exibida a 5 de Agosto.

A tradição vai cumprir-se. Foram já retomados os ensaios do Auto da Floripes que este ano vai ser apresentado em moldes diferentes, adequados à situação de pandemia que se vive pelo mundo. A representação de teatro popular vai ser interpretada e gravada num espaço verde do Vale do Neiva e será exibida nas redes sociais no dia 5 de Agosto, a partir das 17 horas.
“Dada a longevidade secular do Auto da Floripes no Largo das Neves, mais o facto de ser representado ininterruptamente, desde 1962, entendemos que, apesar das circunstâncias associadas ao momento pandémico que vivemos, deveríamos pensar numa solução alternativa, de forma a evitar um triste hiato na tradição”, refere o núcleo promotor em comunicado, explicando que “depois de muita ponderação, da mobilização dos comediantes e da necessária articulação com a Comissão de Festas da Senhora das Neves, decidiu-se que o Auto da Floripes subirá, mesmo assim, ao palco num espaço verde do Vale do Neiva e será exibido nas redes sociais”.
A vontade dos comediantes era a mesma da de todas as gentes da terra, ou seja, que o palco da representação fosse naturalmente o Largo das Neves, no entanto, “a imperiosa necessidade de cumprir as regras sanitárias, de forma a garantir a segurança de todos, não o permite”.
Para garantir a segurança necessária de todos os envolvidos, não haverá público, o local de gravação manter-se-á no anonimato e o enredo será adaptado, nomeadamente mais curto e com a adequação ao contexto das partes que exigem maior contacto entre os comediantes.
“Ao assumirmos uma vez mais o compromisso de apresentar o Auto da Floripes, entendemos que damos continuidade à tradição, embora noutros moldes. Assim, alimentamos a alma das gentes da nossa terra e promovemos a mobilização e a renovação do elenco. Mais… deixamos o sinal de que a nossa comunidade, mesmo perante situações adversas, sabe adaptar-se e reinventar-se”, refere a organização.
A mesma fonte avança que, em paralelo, serão também desenvolvidas pequenas iniciativas simbólicas, de cariz artístico, associadas ao Auto da Floripes.
Esta manifestação popular, também conhecida por ‘Comédias das Neves’, distingue-se como um dos poucos sobreviventes do velho teatro popular e afirma-se como uma das referências do teatro popular português. Assume-se, também, como património e parte integrante da identidade das comunidades que partilham o Lugar das Neves – Barroselas, Mujães e Vila de Punhe - e manifesta dimensão nacional e internacional no panorama do património cultural imaterial.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho