Correio do Minho

Braga,

- +
Autarquia distinguida pela qualidade de vida das famílias do concelho
Plataforma da Taxa Turística apresentada sob muitos protestos

Autarquia distinguida pela qualidade de vida das famílias do concelho

‘Feira dos Vinte’ reúne tradições e gastronomia na vila de Prado

Autarquia distinguida pela qualidade de vida  das famílias do concelho

Vale do Ave

2019-12-01 às 12h27

Redacção Redacção

É para as famílias que a Câmara de Famalicão tem desenvolvido várias acções o que levou a voltasse a ser eleita a ‘Mais Familiarmente Responsável’.

Vila Nova de Famalicão recebeu ontem a bandeira de ‘Autarquia Mais Familiarmente Responsável’. A distinção, referente ao ano de 2019 e atribuída pelo Observatório dos Municípios Familiarmente Responsáveis, acontece pelo 8.º ano e 7.º consecutivo, e vem mais uma vez reconhecer as boas práticas de apoio às famílias promovidas pelo município liderado por Paulo Cunha.
A cerimónia de entrega da bandeira decorreu recentemente, em Coimbra, onde o Município de Famalicão esteve representado pela vereadora da Família, Sofia Fernandes, e que contou com a presença do secretário-de-Estado da Descentralização e Administração Local, Jorge Botelho.

Paulo Cunha reiterou a vontade do executivo municipal em “continuar a trabalhar em prol da qualidade de vida das famílias do concelho”. Sofia Fernandes enalteceu também o impacto e a importância das políticas municipais no dia-a-dia das famílias famalicenses.
Famalicão é desde 2010 Cidade Educadora e no domínio da educação a autarquia tem desenvolvido perto de uma centena de projectos e acções para garantir que a educação seja o grande factor de coesão social do território, constituindo-se como um verdadeiro elevador social para os cidadãos e como plataforma de junção entre estes e o tecido empresarial e institucional famalicense. Entre as várias medidas promovidas, destaque para a oferta dos livros de actividades para todas as crianças do 1.º Ciclo, a gratuitidade dos passes escolares para todos os alunos do concelho e as bolsas de estudo aos estudantes universitários, além da educação não formal dos cidadãos.

Na área social destaca-se o Programa Municipal ‘Casa Feliz’ que ajuda as famílias mais carenciadas do concelho a realizarem obras de renovação das suas habitações e que apoia as famílias que mais precisam no pagamento das rendas. Na saúde, destaque para o programa ‘Saúde Oral Para Todos’.
Em matéria fiscal, a fixação da taxa do IMI próxima do mínimo legal (0,35%) e a existência de um IMI familiar que atribui um desconto no pagamento do imposto tendo em conta o n.º de dependentes do agregado.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.