Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Auditório Municipal de Vizela reflecte novo paradigma nas obras municipais
Mercado Municipal de Braga com nova exposição

Auditório Municipal de Vizela reflecte novo paradigma nas obras municipais

Mimos para o primeiro doce do ano

Auditório Municipal de Vizela reflecte novo paradigma nas obras municipais

Vale do Ave

2022-12-02 às 06h00

Libânia Pereira Libânia Pereira

Foi inaugurado ontem o Auditório Municipal Francisco Ferreira, o primeiro auditório municipal de Vizela. O projecto ambicionado há mais de 20 anos será “a casa da democracia e da cultura vizelense”.

Citação

A Câmara Municipal de Vizela inaugurou ontem o seu primeiro auditório municipal. O projecto idealizado há mais de 20 anos, foi reformulado e finalmente executado, assinalando assim o que o presidente do município classificou como “uma viragem no paradigma das obras municipais. Passamos das obras da utopia para as obras que se tornam reais”. O auditório foi baptizado com o nome Francisco Ferreira em homenagem àquele que foi o primeiro presidente do município, e um dos representantes da história de Vizela.

Passados 25 anos o município de Vizela inaugurou o seu primeiro auditório municipal. Com uma área de 1500 m2, capacidade para cerca de 200 pessoas, com uma recepção, bilheteira, galeria de exposições, café, camarins, salas de apoio e um túnel de acesso directo ao palco, através da garagem do edifício sede, o Auditório Municipal Francisco Ferreira será um “espaço da democracia e da cultura”.
No decorrer da cerimónia, Victor Hugo Salgado lembrou que há cerca de um ano estavam previstas 35 obras nas mais diversas áreas. “Hoje são mais de 40 obras que se traduzem num investimento de bem mais do que 16 milhões de euros”. “Estamos a criar condições para uma mudança de paradigma nas obras municipais. Passamos das obras da utopia, para as obras que se tornam reais”, argumentou.

Em relação às contas da câmara, o autarca garantiu que houve uma redução da dívida em 3,5 milhões de euros, “um saldo francamente positivo”. “Reduzimos a dívida em 3,5 milhões, baixamos impostos municipais, criamos investimento em todas as frentes, e estamos no caminho do crescimento”, frisou.
O primeiro auditório municipal de Vizela foi baptizado com o nome de Francisco Ferreira, numa homenagem “mais do que justa” ao primeiro presidente do município. “Consolidamos aqui a nossa história colectiva e prestamos uma homenagem mais do que justa a alguém que muito fez por Vizela e pelos vizelenses”, considerou Victor Hugo Salgado.

Na sua intervenção, o presidente da Assembleia Municipal de Vizela, Fernando Carvalho, referiu que esta é “uma obra de futuro, que valoriza Vizela”. “Trata-se de um projecto sonhado e desejado há muito tempo. Este é um projecto ambicioso e com visão de futuro”.
O auditório municipal passará a acolher as reuniões da Assembleia Municipal, e assim, segundo Fernando Carvalho, esta será a “casa da democracia, onde o futuro de Vizela será debatido e aprovado. Inauguramos hoje um espaço multicultural, onde a democracia será colocada em prática”, vincou.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho