Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Atletas de 12 países competem na Meia Maratona de Esposende
‘White Experience’ prova excelência dos vinhos de Monção e Melgaço

Atletas de 12 países competem na Meia Maratona de Esposende

Vila Verde distinguido com galardão eco escola

Atletas de 12 países competem na Meia Maratona de Esposende

Desporto

2019-10-10 às 06h00

Rui Serapicos Rui Serapicos

Domingo às 10 horas é dado o tiro de partida para a segunda edição da prova, que prossegue o desígnio da internacionalização, com 12 países já representados entre os inscritos.

Atletas de 12 países vão disputar domingo a meia-maratona de Esposende, revelou ontem Jorge Teixeira, o director geral da Runporto, responsável máximo pela organização. Estão abertas ainda as inscrições e também a dúvida sobre se José Moreira, que em 2018 venceu na primeira edição com uma marca na casa de uma hora e 7 minutos vai ou não manter o registo do melhor tempo.
A internacionalização, como frisou o vereador da Câmara Municipal de Esposende, Rui Losa, é um objectivo assumido pela autarquia. “Enquadra-se na estratégia” da autarquia, realçou, considerando que a presença de atletas de 12 países é um sinal de que o evento “está a crescer”.

Além disso, prosseguiu, este evento visa também, através do desporto, promover o concelho “como destino de turismo e de investimento”. Ao apostar nesta acção, explicou, a autarquia tem em vista “o retorno imediato mas também a médio e a longo prazo”.
Ontem na apresentação, Jorge Teixeira elogiou a qualidade da documentação preparada pelo serviço de Esposende da Protecção Civil. “Pode morrer alguém, porque a morte não tem hora nem lugar, mas em 26 anos que levo de organização de provas eu nunca recebi um documento de protecção civil assim, tão bem elaborado”, garantiu.

A representar a Associação de Atletismo de Braga, Ricardo Vale lembrou as parcerias desta colectividade com a autarquia de Esposende, em acções como a milha, o trail, a corrida de ano novo e a rampa.
Também presente, esteve o delegado regional Norte do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), Vítor Dias, que lembrou os esforços levados a efeito pelo Estado no sentido de fomentar a prática desportiva e a parceria estabelecida com a Câmara Municipal de Esposende, criando para o atletismo mais condições de segurança.
“O Estado não pode fazer tudo”, frisou aquele responsável, preconizando acções com autarquias locais e privados.

Vencedor de 2018 defende tempo de 1 hora e 7 minutos

O atleta do Sporting, José Moreira, vencedor em 2018 com uma hora e 7 minutos, volta este ano a competir na Meia Maratona de Esposende. A tentar destroná-lo, vão correr, também do Sporting, Hélder Santos, Rui Pedro Silva e Fernando Serrão, além de Daniel Pinheiro e Carlos Costa do CD S. Salvador do Campo. 
No sector feminino, a cabeça de cartaz é Mónica Silva, vencedora no ano passado, que, para já, tem como concorrente Diana Almeida (Sporting), terceira em 2018.
Para a prova de 10 km estão confirmadas Susana Godinho (Sporting), Maria Pereira (Escola de Atletismo de Coimbra/JPaiva) e Filipa Almeida (CD S. Salvador do Campo). No sector masculino, destaca-se Rúben Sousa (Sporting) e Luís Mendes (Maia AC).

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.