Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Artistas criam postais sobre Mosteiro de Refojos
Braga: Biblioteca Lúcio Craveiro promove 'Passa a Palavra'

Artistas criam postais sobre Mosteiro de Refojos

Festa do Folclore é “aposta com futuro”

Ensino

2018-05-24 às 11h20

Patrícia Sousa

Esprominho participa na iniciativa Passe Partout, integrada no programa cultural Mosteiro de Emoções do Município de Cabeceiras de Basto.

Estimular a criatividade e o olhar através das artes visuais e plásticas, musicais e digitais, enquanto formas de expressão documental e promocional/turística é o que se pretende com a iniciativa Passe Partout - Colecção de Postais digitais sobre o Mosteiro de S. Miguel de Refojos, que foi apresentada pela vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Carla Lousada, na Esprominho, já que alguns dos alunos vão participar neste projecto.
Esta actividade, que integra o vasto e rico programa cultural Mosteiro de Emoções, decorre até Julho de 2019 em Cabeceiras de Basto e integra 23 actividades. Passe Partout - Colecção de Postais digitais sobre o Mosteiro de S. Miguel de Refojos vai contar com a participação de 27 artistas que vão ter a coordenação de Rebecca Moradalizadeh.

De destacar que o programa Mosteiro de Emoções tem como elemento central o Mosteiro de S. Miguel de Refojos. Dirigido a público diversificado, o programa desenvolve-se em três eixos temáticos Cultura/Artes Performativas, Gastronomia/Sabores e Saúde e Bem-estar que aliam a itinerância, a combinação e a diversidade. Este vasto programa cultural assenta em parcerias que vão desde instituições locais a diversas entidades regionais e nacionais. Este programa cultural resulta de uma candidatura a fundos comunitários designada Mosteiro de S. Miguel de Refojos, Património Cultural Ímpar, através do Norte 2020, e que integra para além de um conjunto de acções materiais, obras de reabilitação, um programa cultural.

Quanto à colecção de postais digitais sobre o Mosteiro de S. Miguel de Refojos será criada sob várias perspectivas e linguagens artísticas, através do olhar de vários criadores naturais, residentes e exteriores ao concelho, com o objectivo de prestar uma homenagem ao mosteiro - ex-libris de Cabeceiras de Basto - enquanto elemento que se pretende vivificar patrimonialmente, explicou. E a vereadora deixou o repto: cabe a cada artista captar o nosso mosteiro mediante a sua percepção, seja através da fotografia, da pintura, do desenho, do filme, entre outras formas, para posterior elaboração de postal digital.
A apresentação da iniciativa contou com a presença da directora artística da Academia de Emoções, Raquel Sampaio, e da coordenadora desta iniciativa, Rebecca Moradalizadeh, que mostraram com entusiasmo a abrangência deste projecto.
Já o director da Esprominho, António Teixeira, admitiu estar ansioso pela visita ao mosteiro no próximo dia 9 de Junho, agradecendo ao município por ter escolhido a escola para apresentar este projecto.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.