Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Aprovada maior execução da última década
Hospital de Braga aumenta indicadores de produtividade

Aprovada maior execução da última década

Póvoa de Lanhoso recebe XXV Exposição Aberta de Artes Plásticas

Aprovada maior execução da última década

Alto Minho

2021-06-23 às 06h00

Redacção Redacção

Arcos de Valdevez encerra contas de 2020 com quantia superior a 25,8 milhões euros. Saldo positivo permitiu investimentos.

A autarquia dos Arcos de Valdevez apurou no ano de 2020 um saldo de cinco milhões de euros que permitiu o reforço da capacidade de investimento nas Grandes Opções do Plano (GOP). O rigor da gestão financeira levou a que o Executivo tenha reforçado a liquidez de dívidas: à banca foram amortizados 499 mil euros e à economia local foi reduzida a quantia de 500 mil.

O Município e sua rede de parceiros investiram, no mesmo ano, cerca de um milhão de euros no apoio de famílias, instituições e empresas lesadas pela pandemia. De entre as medidas tomadas destacam-se a distribuição de equipamentos de protecção individual, o pagamento de testes de rastreio à Covid-19 e a aquisição de materiais informáticos de apoio ao ensino à distância. No sector comercial e empresarial foram criados projectos como o ‘Vale de Natal’ e ‘Procom’ com o objectivo de promover o comércio local.

O investimento de 15,1 milhões de euros feito nas GOP possibilitou as melhorias feitas na educação e acção social. Nas redes de estradas foram feitas alterações no saneamento, iluminação e recolha de resíduos.
Segundo o presidente da Câmara, João Manuel Esteves “este resultado é fruto de uma gestão autárquica responsável e de proximidade, em articulação com as entidades parceiras e arcuenses, com o objectivo de construir um concelho mais solidário, sustentável e com mais oportunidades para todos”.

Quanto à mobilidade e segurança urbana, as estradas foram remodeladas e melhorou-se a EN 101 entre a rotunda da Solidariedade e da Variante em Prozelo. O Município apostou ainda na criação de postos de emprego e contribuiu para a inovação tecnológica através do alargamento e qualificação dos parques empresariais e o reforço dos incentivos.
No turismo, destaca-se também o investimento feito no Parque Biológico do Mezio e no Centro de Promoção Ambiental de Sistelo.

Jéssica Oliveira

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho