Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Ap Minho: “Nosso esforço principal vai ser minorar as perdas devido à pandemia”
UMinho quer promover envolvimento cívico dos seus estudantes

Ap Minho: “Nosso esforço principal vai ser minorar as perdas devido à pandemia”

Embalagens de plástico ‘tornam-se’ donativos

Ap Minho: “Nosso esforço principal vai ser  minorar as perdas devido à pandemia”

Desporto

2021-01-27 às 11h00

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

José Paulo Matias tomou posse como presidente da Associação de Patinagem do Minho para o quadriénio 2020-2024, no passado mês de Dezembro. Grande desafio da direcção passa por reanimar a modalidade após a pandemia.

É o grande desafio que se coloca pela frente em termos de futuro:
“ter capacidade para reanimar a modalidade e voltar a uma dinâmica de crescimento”. José Paulo Matias voltou à presidência da Associação de Patinagem do Minho - tomou posse no passado mês de Dezembro para o quadriénio 2020-2024 - e assume como prioridade a retoma após a pandemia. Convidado do programa Fórum Desporto, da Rádio Antena Minho, o dirigente traçou os objectivos da direcção e as expectativas perante o momento que o desporto atravessa devido à Covid-19.
“Fundamentalmente somos levados para a situação da pandemia. Gostaríamos de poder ter condições para promover e desenvolver a patinagem, não só ao nível do hóquei em patins, mas patinagem artística e de velocidade, de alagar ainda mais, à imagem dos últimos anos, só que, atendendo à situação de pandemia, neste momento a nossa preocupação será evitar grandes perdas. Sabemos que vamos ter perdas, porque os jovens deixando de praticar e as equipas deixando de competir vai haver necessariamente alguma dificuldade na retoma, por isso, o nosso esforço principal vai ser minorar as perdas devido à pan- demia”, assumiu José Paulo Matias, revelando que já sentem esses efeitos.
“Sentimos, porque desde Março do ano passado houve campeonatos que não foram normalizados, ao nível de formação não houve campeonatos nacionais, no princípio desta época não houve campeonatos regionais para apurar equipas para os nacionais e será já um ano perdido praticamente. Esta situação leva a que os jovens comecem a ter outro tipo de actividades e não sei até que ponto estarão interessados em voltar”, alertou, dando conta da quebra do número de atletas, já que os treinos estão parados e todo o desporto de formação suspenso.
“Estávamos em crescendo, ao nível de prática e de adesão. E tudo apontava para manter essa tendência de crescimento dos últimos anos, havia uma dinâmica, um movimento entusiasta de prática de patinagem. Este travão deve-se à pandemia e nada mais. Temos 13 clubes inscritos, em patinagem 17 e um clube em corrida de velocidade. Há sete que têm hóquei e patinagem artística. Em termos de atletas, mil e poucos na patinagem e entre os 600 e 700 no hóquei em patins nos últimos anos. No ano passado e este ano, há uma redução acentuada nas inscrições, na patinagem, no ano passado andámos na casa dos 850 ,e este ano, ainda nem 100 estão inscritos. No hóquei, um pouco a mesma coisa, temos poucos atletas e equipas inscritas, pouco mais de 300 inscritos”, explicou, acrescentando que a associação atravessa “uma fase de acalmia, de expectativa de paragem activa”.
“Estamos preocupados, mas não podemos fazer grande coisa, estamos numa posição de aguardar por melhores dias”, frisou.
Antes da pandemia, recordou o presidente, “estávamos a atingir um nível espectacular de público, com pavilhões cheios, depois de termos passado uma travessia de alguma calma e moderação, mas a onda estava a encher com muito entusiasmo à volta do hóquei”. Agora, “o desafio principal é aumentar os praticantes”: “os públicos vêm por arrasto, ou seja, se tivermos muita gente a praticar e a patinagem é uma modalidade de alguma superação, transmite a imagem da beleza do desporto, por correspondência aumentará o número de adeptos e simpatizantes. Logo que passe esta pandemia, o que temos pela frente é retomar uma figura de crescimento e apoio aos novos praticantes”.

Deixa o teu comentário

Últimas Desporto

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho