Correio do Minho

Braga,

- +
Antero Barbosa quer resolver desafios do saneamento e da perda de população
Dez nacionalidades pagaiaram na DKC de Viana

Antero Barbosa quer resolver desafios do saneamento e da perda de população

APLOG reuniu responsáveis empresariais e políticos

Antero Barbosa quer resolver desafios do saneamento e da perda de população

Vale do Ave

2021-10-17 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Novo presidente da Câmara Municipal de Fafe iniciou ontem o mandato com os desafios de levar a rede de saneamento básico a grande parte do concelho e travar a quebra populacional.

O novo presidente da Câmara Municipal de Fafe apresentou ontem como “dois grandes problemas” a responder no novo mandato autárquico a falta de saneamento básico em grande parte do concelho e a diminuição da população residente. 
No discurso de investidura, ontem à tarde, no pavilhão multiusos de Fafe, Antero Barbosa reconheceu que o orçamento municipal é insuficiente para resolver, a curto prazo, a falta de saneamento em parte significativa do território concelho, num momento em que o Município está condicionado pela opção tomada, no passado, pela Câmara e pelo Governo, de concessionar à empresa 'Águas do Norte', por 50 anos, este serviço público. “Mas o nosso objectivo é encontrar resposta para este problema urgente”, garantiu.

Quanto à diminuição da população do concelho, confirmada no último recenseamento geral da população, Antero Barbosa, eleito pelo Partido Socialista, disse, perante centenas de fafenses que assistiram à cerimónia de investidura dos órgãos autárquicos para o mandato 2021-2025, que o fenómeno se deve à quebra da taxa de natalidade e à saída da população jovem do concelho.
Se o primeiro problema não é de resolução a curto prazo, o novo presidente da Câmara Municipal entende que o segundo pode ser resolvido com "a atracção de empresas que tragam emprego de qualidade”.

Para o mandato autárquico em que governará com maioria absoluta, Antero Barbosa aponta investimentos na modernização dos parques industriais e na criação de outros, nomeadamente na freguesia de Regadas.
“Precisamos de um plano estratégico para o desenvolvimento do turismo sustentável”, advogou o novo edil fafense, que pretende também implementar um “plano de transformação digital” do concelho.
“A nossa Câmara Municipal necessita de se modernizar ainda mais e de se tornar mais amiga dos cidadãos, das instituições e das empresas”, referiu Antero Barbosa no seu primeiro discurso de presidente, anunciando a realização de reuniões descentralizadas da vereação nas freguesias e o lançamento de um orçamento participativo.
O reforço das competências e das verbas a transferir para as juntas de freguesias é outro dos propósitos do novo executivo municipal, com o seu presidente a alertar que “Fafe precisa da nossa acção imediata”.

Esforço para trazer cidadãos à participação democrática

O presidente cessante da Assembleia Municipal de Fafe desafiou ontem os eleitos dos órgãos autárquicos para o mandato 2021-2025 a “um esforço de trazer mais eleitores à participação na democracia”.
José Ribeiro, que liderou a lista Fafe Sempre à Assembleia Municipal nas últimas eleições autárquicas, e que ontem foi substituído por Raul Cunha, ex-presidente da Câmara, na presidência do plenário municipal, considerou que “a participação é a bazuca da democracia”, lamentando que “de eleição para eleição, haja cada vez menos eleitores a participar na democracia”.
Concluído um processo eleitoral que classificou de “claro e límpido”, com “resultados inequívocos da vontade dos eleitores, José Ribeiro desejou ao novo presidente da Câmara Municipal e ao seu executivo “um bom mandato, porque isso será bom para Fafe”.

A 26 de Setembro, o Partido Socialista venceu a eleição para a Câmara Municipal de Fafe com 53,79% dos votos e obteve cinco dos sete lugares da vereação.
O PSD elegeu dois vereadores, correspondentes a 24,7 T% dos votos.
Na Assembleia Municipal, o PS tem 11 elementos, o movimento Fafe Sempre elegeu sete elementos, o PSD tem seis representantes e a CDU e o partido Chega um eleito cada. Integram a Assembleia Municipal de Fafe 17 presidentes de Junta de Freguesia eleitos pelo PS, um do PSD e sete eleitos em listas de cidadãos independentes.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho