Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Amianto vai ser removido das três escolas que falta em Esposende
Guimarães “prepara-se para as mudanças que se adivinham”

Amianto vai ser removido das três escolas que falta em Esposende

Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva conta ‘histórias aqui e ali’

Amianto vai ser removido das três  escolas que falta em Esposende

Cávado

2020-06-29 às 09h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

As coberturas de amianto das Escolas Básicas Correia de Oliveira, Apúlia e Forjães vão ser removidas. O Município de Esposende, liderado por Benjamim Pereira, saúda a medida que já iniciou.

As escolas básicas António Correia de Oliveira, de Apúlia e de Forjães, no concelho de Esposende, são três dos 578 estabelecimentos escolares em todo o país que vão ser intervencionadas com o objectivo de se livrarem de vez do amianto das suas coberturas. O Município de Esposende, liderado por Benjamim Pereira, saúda a medida do governo e já assumiu a substituição das coberturas e restantes obras na Escola Secundária Henrique Medina e na Escola do Facho.
A Câmara Municipal já manifestou “total disponibilidade” para colaborar com o governo no sentido de ser “executora da medida” que pretende a remoção de amianto nas escolas públicas, contribuindo para a melhoria das condições de segurança e saúde da comunidade escolar, até porque este é um trabalho que já havia iniciado e que pretende ver concluído o mais rapidamente possível.
“A autarquia esposendense já levou a cabo a substituição do amianto em todas as escolas que são da sua responsabilidade e já ter assumido, inclusivamente, na Escola Secundária Henrique Medina, apesar de ser uma obra em cuja responsabilidade é parcial”, indica fonte municipal.
Refira-se que esta medida de remoção e substituição de estruturas com amianto existentes nos equipamentos escolares vai ser suportada a 100 por cento pelos fundos comunitários, através dos Programas Operacionais Regionais Norte 2020, cabendo aos municípios a elaboração dos projectos, o procedimento concursal e a fiscalização.
“A Câmara Municipal de Esposende vai prosseguir o Plano de Requalificação e Beneficiação do parque escolar do concelho, substituindo o amianto das coberturas e procedendo a melhorias globais que se enquadram nas novas exigências do ensino e segurança da comunidade escolar”, indica fonte municipal, apontando para os três estabelecimentos de ensino em que ainda falta intervir.
Em nota enviada à comunicação social, o Município de Esposende, liderado por Benjamim Pereira, garante “colaborar com o governo português na concretização deste desígnio há anos em implementação em Esposende, que pretende garantir a eliminação da presença de amianto nos estabelecimentos escolares”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho