Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Ambiente e Arte unem Aquamuseu do rio Minho e Fundação Bienal de Arte de Cerveira em projeto
Fafe celebra Dia do Turismo com alta taxa de ocupação

Ambiente e Arte unem Aquamuseu do rio Minho e Fundação Bienal de Arte de Cerveira em projeto

Município de Celorico de Basto oferece fichas escolares

Ambiente e Arte unem Aquamuseu do rio Minho e Fundação Bienal de Arte de Cerveira em projeto

Alto Minho

2020-08-14 às 16h16

Redacção Redacção

Tendo como objetivo fortalecer a sensibilização para redução e prevenção de plásticos nos Oceanos, o projeto prevê a realização de ações de sensibilização para a necessidade de reduzir o consumo de plásticos de utilização única e garrafas de plástico, em setores chave como o fast-food, restauração e supermercados, bem como incentivar a sua valorização após o uso, dando sentido prático à expansão da Economia Circular.

“LowPlast – a arte de reduzir o plástico” é um projeto promovido pelo Aquamuseu do rio Minho – Município de Vila Nova de Cerveira, em parceria com a Fundação Bienal de Arte Cerveira (FBAC), a Associação Portuguesa do Lixo Marinho e o Instituto Interdisciplinar de Artes – DTK, (Noruega), com dotação de 52 mil euros, financiado pelos EEA Grants.
Tendo como objetivo fortalecer a sensibilização para redução e prevenção de plásticos nos Oceanos, o projeto prevê a realização de ações de sensibilização para a necessidade de reduzir o consumo de plásticos de utilização única e garrafas de plástico, em setores chave como o fast-food, restauração e supermercados, bem como incentivar a sua valorização após o uso, dando sentido prático à expansão da Economia Circular.
A iniciativa engloba ações de monitorização, disseminação de boas práticas e criação de elementos artísticos, no qual se enquadra a participação da FBAC. Assim, integrando a programação da XXI Bienal Internacional de Arte de Cerveira, serão apresentados ao público três momentos de intervenção artística. Devido ao contexto da situação atual, o projeto foi adaptado e serão apresentadas duas participações à distância das artistas norueguesas Pippip Ferner e Christine Istad e uma intervenção, em pleno Rio Minho, do português Acácio de Carvalho.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho