Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Amares: Livro infanto-juvenil revela faceta humana de António Variações
Braga reafirma compromisso(s) como cidade educadora

Amares: Livro infanto-juvenil revela faceta humana de António Variações

Feira Semanal de Cabeceiras de Basto mantém-se nas duas próximas segundas-feiras

Amares: Livro infanto-juvenil revela faceta humana de António Variações

Cávado

2020-11-22 às 09h00

Miguel Viana Miguel Viana

Livro ‘Toninho, o Fantástico Variações’, da autoria de Fabíola Lopes, foi apresentado ontem na Biblioteca Municipal de Amares. A obra retrata as ligações de António Variações à família e à terra.

“O objectivo é perceber quem era o António e em que medida é que a vida dele, as origens, a família, a ruralidade da época influênciaram aquele que depois nós conhecemos como o Variações”. As palavras são de Fabíola Lopes, autora do livro ‘Toninho, o Fantástico Variações’ que ontem foi apresentado na Biblioteca Municipal de Amares.
A autora socorreu-se de uma vasta documentação e de contactos com familiares do cantor amarense.
“Tive a sorte de ter acesso à família do Variações, que me abriu as portas de casa, dos espaços do Variações enquanto criança e jovem adulto. Partilharam comigo as memórias desse tempo”, lembrou Fabíola Lopes.
A história biográfica pretende também fazer passar a mensagem de que com coragem e vontade tudo se consegue.
“Há determinados caminhos que o António Teve de percorrer que hoje são mais fáceis de percorrer mas há sempre um primeiro passo que é o acreditar, o crer. Foi essa determinação que fez com que chegasse onde chegou”, frisou Fabíola Lopes.
Isidro Araújo, vice- presidente da Câmara Municipal de Amares, destacou que António Variações “é um património do concelho”, e que o livro revela “a vertente mais doce, mais afectuosa” do cantor, “um menino e homem que lutou contra um sistema que o oprimia em função dos seus sonhos.”
Isidro Araújo destacou que o cantor amarense é muito conhecido entre a camada mais jovem do concelho.
“Amares inteiro, incluindo os mais jovens, conhece o Variações porque ele faz parte das nossas raízes”. O livro assinala os 75 anos do nascimento de António Joaquim Rodrigues Ribeiro (António Variações, ou Toninho, para a família), na freguesia de Fiscal, em Amares. Ao 12 anos rumou para Lisboa, onde exerceu a profissão de Barbeiro e se tornou cantor. É autor de temas como ‘Canção do engate’ e ‘Estou além’ Nunca perdeu a ligação com a família. Faleceu em 1984, com 40 anos.
A apresentação do livro contou com a animação musical de Rogério Braga.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho