Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Alunos da Alfacoop limpam a floresta
‘Sexta 13’ apoteótica em Montalegre

Alunos da Alfacoop limpam a floresta

Romaria do Alívio é cartaz do concelho

Alunos da Alfacoop limpam a floresta

As Nossas Escolas

2019-06-15 às 06h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

Dezenas de alunos da Alfacoop - Externato Infante D. Henrique deram, ontem, último dia de aulas do ano ano lectivo, uma ‘mãozinha’ à floresta da área envolvente do estabelecimento de ensino, numa acção de limpeza em Vilaça e Tebosa.

No último dia de aulas, os alunos da Alfacoop - Externato Infante D. Henrique, em Ruílhe, arregaçaram mangas e puseram ‘mãos à obra’, levando a cabo uma grande acção de limpeza em várias freguesias que circundam a instituição. Com a actividade ‘Vamos Agir’, os alunos quiseram ajudar a manter a limpeza das ruas e da floresta e sensibilizar a comunidade para a importância de preservar o meio ambiente.
À saída das instalações da Alfacoop, o entusiasmo era geral, com os alunos munidos de luvas apropriadas, sacos de lixo para colocarem os detritos recolhidos durante a acção de limpeza, e uma grande dose de alegria e força de vontade, mostrando que as novas gerações se importam deveras com a sustentabilidade do mundo.

Lília Cunha, é professora de Ciências do Externato Infante D. Henrique e coordenadora das eco-escolas, que aceitou o desafio dos alunos do 5.º ano para organizar uma limpeza na floresta.
O tema surgiu no no decorrer do ano lectivo, no âmbito da disciplina oferecida pela escola denominada ‘Trabalho de Projecto’. “Estes alunos escolheram o tema dos ‘Incêndios e Floresta’ e nesse decorrer de trabalhos encontraram algumas lacunas na floresta e decidiram ‘agir’”, explicou a professora. “A acção de hoje é uma limpeza da floresta na área envolvente do Externato, e que envolve todas as turmas que estão na escola nesta última tarde de aulas”, referiu, indicando que a área de limpeza vai desde Vilaça até Tebosa, passando por Arentim, Cunha, Ruílhe - com várias equipas a limpar.

“É uma luta muito grande convencer adultos e jovens de que limpar alguma coisa é importante porque a resistência é muito grande e questionam porque hão-de limpar o que os outros sujaram - mas a verdade é que se cada um de nós não agir as coisas não mudam e nós trabalhamos estes temas na escola, não só para consciencializar os nossos alunos para estas questões, mas também para que eles sensibilizem também os seus pais e familiares e as suas comunidades”, asseverou a professora.
“Nós investigámos a ‘Floresta e os Incêndios’ e chegámos à conclusão que a floresta estava muito poluída, daí que decidimos organizar uma campanha de limpeza para ajudar”, assinalou o jovem aluno Tomás Lopes. Uma mensagem corroborada pela colega Maria Costa: “penso que é muito importante promovermos estas acções porque é uma forma de ajudarmos a melhorar o local onde vivemos e também para ajudar os seres vivos que vivem na floresta”.

A responsabilidade é para estes alunos uma ‘não questão’. “Se as pessoas tivessem realmente responsabilidade não deitariam o lixo ao chão que deitam diariamente e toda a gente tem que ter uma consciência que isso afecta muito negativamente o meio ambiente e todos os seres vivos”, frisou Maria Costa.
Para a aluna Ana Carolina trata-se de “civismo”. “Na minha opinião, as pessoas às vezes pensam que é só uma coisa que deitam ao chão, mas ao todo em Portugal somos 10 milhões de pessoas e se cada pessoa pensar dessa forma serão milhões de papéis e plásticos no chão todos os dias. Temos que pensar todos bem naquilo que fazemos”.
“Este é um problema que todos juntos podemos resolver, pois se cada um de fizer um bocadinho e ajudar o meio ambiente, estamos a melhorar o mundo e não a piorá-lo”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.