Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Alunos arcuenses na rua pelo combate às alterações climáticas
Famalicão volta a prestar tributo a José de Azevedo e Menezes

Alunos arcuenses na rua pelo combate às alterações climáticas

Freguesia de Este terá novo Parque Infantil

Alunos arcuenses na rua pelo  combate às alterações climáticas

Cávado

2019-05-26 às 09h00

Redacção Redacção

Autarca local apelou os jovens que olhem pelo seu concelho, “com valores naturais únicos”, ajudan-do-o a preservar e valorizar. João Esteves deu ainda a conhecer os projectos ambientais em curso

Centenas de alunos arcuenses associaram-se, esta sexta-feira, ao segundo protesto em prol do Planeta, que levou às ruas milhares de jovens de uma centena de países. Os estudantes pretendem chamar à atenção do governo para a crise climática e exigem que a sua resolução seja feita prioridade.
Segundo o manifesto desta iniciativa, esta greve climática estudantil é um movimento político-apartidário, descentralizado e pacífico, bem como a voz de uma juventude farta da negligência das classes políticas face ao futuro. Os jovens solicitam a proibição da exploração de combustíveis fósseis em Portugal, o encerramento das centrais eléctricas a carvão de Sines e do Pego, o uso de 100% de energias renováveis até 2030 e neutralidade carbónica nessa altura (o Governo tem 2050 como meta), melhores transportes públicos e menos agricultura intensiva.
A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez apelou aos jovens que olhem para o seu concelho, “rico em património ambiental, com valores naturais únicos”, e ajudem a preservá-lo e valorizá-lo.
“Temos que continuar a trilhar este caminho de valorização do nosso património, de promoção do equilíbrio entre o Homem e a Natureza, pois há milénios que esta interacção existe, e o que fizermos hoje é determinante para o que teremos amanhã. Assim contamos com todos para promover o desenvolvimento sustentável da nossa Terra”, afirmou João Esteves, presidente da Câmara Municipal.
Valorizando o movimento dos estudantes, o autarca convidou os jovens para participarem na inauguração do Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez, no dia 1 de Junho, e nas várias acções de limpeza que acontecerão um pouco por todo o concelho, no dia 15. “Juntos para um futuro melhor em Arcos de Valdevez onde Portugal se fez, faz e fará”, rematou o autarca.
A autarquia entregou também uma carta da câmara municipal onde são referidas as acções que se encontram a ser levadas a cabo em prol do ambiente, como sendo a adesão ao Pacto de Autarcas, o Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas, o Programa Eco-Escolas, School4All, Mercado Municipal Circular e os projectos em curso no Parque Nacional da Peneda-Gerês como o plano de prevenção e recuperação de habitats naturais.
A construção na Porta do Mezio do Parque Biológico da Porta do Mezio; a criação do Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez, do Centro da Biodiversidade do Alto Vez em Sistelo, ou, a realização, pela Câmara e a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), de obras de Reabilitação e Requalificação dos Ecossistemas Ribeirinhos e a futura execução do Parque urbano com resiliência às cheias no baixo Vez são ouutros exemplos apontados pela autarquia.

Deixa o teu comentário

Últimas Cávado

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.