Correio do Minho

Braga,

Alunos adaptam brinquedos para crianças com necessidades especiais
Câmara Municipal reinstalou comerciantes para abrir corredor de segurança ao Hospital

Alunos adaptam brinquedos para crianças com necessidades especiais

Famalicão convida Bernardino Silva para falar de voluntariado

Braga

2017-12-21 às 06h00

Paula Maia

Foram 1485 os brinquedos recolhidos na edição deste ano da campanha ‘Oferece e faz uma criança feliz’, uma iniciativa promovida pelos Serviços de Acção Social da UMinho (SASUM), em cooperação com a Associação Académica da Universidade do Minho (AAAUM) e a Associação de Antigos Estudantes (AAEUM), com o apoio do Núcleo de Robótica do Departamento de Electrónica Industrial do Minho e o SalusLive - Centro Terapêutico de Braga.

Foram 1485 os brinquedos recolhidos na edição deste ano da campanha ‘Oferece e faz uma criança feliz’, uma iniciativa promovida pelos Serviços de Acção Social da UMinho (SASUM), em cooperação com a Associação Académica da Universidade do Minho (AAAUM) e a Associação de Antigos Estudantes (AAEUM), com o apoio do Núcleo de Robótica do Departamento de Electrónica Industrial do Minho e o SalusLive - Centro Terapêutico de Braga.

Dos quase 1500 brinquedos recolhidos, 27 foram adaptados a crianças com necessidades especiais. Esta acção só é possível graça à colaboração do Departamento de Electrónica da academia minhota que, através do Laboratório de Robótica, dedicou uma semana à adaptação dos brinquedos electrónicos recolhidos de forma a que pudessem ser usados por estas crianças.
Fernando Ribeiro, em representação do Departamento de Electrónica, elogiou o empenho dos estudantes envolvidos que, de forma voluntária, conciliaram os seus horários de forma a participar nesta acção solidária, permitindo que estas crianças recebam brinquedos que habitual- mente são muito caros.

“É sempre um orgulho ter alunos destes”, refere o docente, enaltecendo o espírito de solidariedade e entreajuda que se vivenciou durante esta semana no laboratório que decorreu na Sociedade Martins Sarmento. Além dos alunos, funcionários, docentes da UMinho, nesta campanha, que vai já na sua 10.ª edição, participaram muitas pessoas externas à universidade e, este ano, também duas escolas primárias: a Escola Básica da Sé e a EB1/JI da Póvoa de Lanhoso.

“Este ano o número de brinquedos ficou um pouco abaixo do ano passado - a melhor edição desta campanha - um facto normal neste tipo de campanhas que têm sempre oscilações. Mesmo assim, foi um dos melhores anos desde que foi encetada a campanha em 2008”, referiu Carlos Videira, em repre- sentação dos SASUM, na cerimónia de entrega dos brinquedos que decorreu ontem, na Sala de Troféus do Complexo Desportivo Universitário.

Os brinquedos adaptados foram entregues a instituições que acolhem crianças especiais, enquanto que os que foram recolhidos sem componente electrónica são destinados a instituições do distrito que trabalham com crianças carenciadas. A Fraterna, de Guimarães; a Associação Teatro Construção, de Famalicão; a SYnergia, Cruz Vermelha e a Cáritas de Braga foram as instituições que receberam os brinquedos recolhidos.
“Este é o nosso pequeno contributo”, referiu Bruno Alcaide, presidente da AAUM, sublinhando o papel que os estudantes da academia continua a ter nesta campanha.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.