Correio do Minho

Braga, terça-feira

Alto Minho reclama redução de portagens na A3
Berço estreia-se na Pró-Nacional com vitória sobre o Santa Maria

Alto Minho reclama redução de portagens na A3

Via Sacra e vida de Jó inspiraram Nettie Burnett

Alto Minho

2018-07-19 às 06h00

Isabel Vilhena

O presidente da câmara de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, exige que a redução das portagens na auto-estrada A3 seja incluída nas medidas do Programa de Valorização do Interior.

O presidente da câmara de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, exige que a redução das portagens na auto-estrada A3 seja incluída nas medidas do Programa de Valorização do Interior.
Uma posição que deverá ser tomada, em breve, pela CIM do Alto Minho que integra os dez municípios que são atravessados pela A3.

Para João Manuel Esteves argumentos não faltam para a inclusão neste programa de valorização do interior. “Considerando o dinamismo do Alto Minho, nomeadamente quanto à localização empresarial, pois todos os municípios dispõem de parques empresariais devidamente qualificados e próximos do principal eixo rodoviário de ligação à Galiza, a auto-estrada A3”, vincou o edil arcuense que acrescenta a “criação de emprego que se tem verificado no Alto Minho, fruto dessa localização de empresas, muitas delas ligadas ao sector automóvel e com fortes ligações a Espanha”.

Considerando que o principal eixo rodoviário português de ligação internacional à Galiza e à auto-estrada A3 que atravessa o Alto Minho pelo seu interior “é vital para o incremento das exportações portuguesas”, o autarca defende uma “discriminação positiva destes territórios de baixa densidade, diminuindo os custos das portagens”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.