Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Alto Minho quer estar mais conectado
EB1 Esporões ao rubro com o SC Braga

Alto Minho quer estar mais conectado

Furtou jipe dos bombeiros e teve acidente rodoviário

Alto Minho

2019-01-09 às 06h00

Miguel Viana

Comunidade Intermunicipal do Alto Minho quer melhorar o acesso à internet e as redes viárias, para tornar o território mais atractivo. Tema é motivo de realização do debate ‘Alto Minho 2030’, que vai percorrer os 10 municípios da região.

A ligação do Alto Minho à ‘internet e as vias de comunicação são duas das grandes prioridades da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) para 2019.
O assunto foi debatido ontem, em Paredes de Coura, na primeira sessão do ciclo de conferências ‘Alto Minho 2030: Balanço 2014 - 2020, Perspectivas e Propostas de Acção - Por um Alto Minho Mais Conectado.
“Um dos pontos que identificamos era tornarmos o Alto Minho cada vez mais conectado. As questões da mobilidade e das comunicações são fundamentais. O Alto Minho tem vindo a ter uma atracção de investimento, porque já temos uma boa rede de fibra óptica”, afirmou José Maria Costa, presidente da CIM Alto Minho.

O mesmo responsável considerou que estes ciclos de conferências, que vão percorrer os 10 municípios da CIM Alto Minho, vão permitir definir projectos “que pretendemos consolidar nos próximos anos, para tornar este espaço territorial mais bem conectado.” Entre esses projectos estão a melhoria das vias de comunicação rodoviárias e ferroviárias, sendo que alguns dos projectos já estão em curso (modernização da Linha do Minho e a ligação do Parque Empresarial de Formariz, em Paredes de Coura à auto-estrada A3 são exemplos disso).
No entanto, disse José Maria Costa, há um conjunto de infraestruturas que “é preciso identificar. É esse debate que estamos a iniciar, que é a identificação, na perspectiva de transportes e comunicações, ver como podemos melhorar a cobertura das redes e comunicações em várias zonas e esse é o trabalho que temos de fazer”.

O presidente da Câmara Municipal de Paredes de Coura, Vítor Paulo Pereira, que foi o anfitrião do encontro, frisou que “o futuro vai ser eléctrico, vai ser digital e vai ter muito a ver com a gestão”.
O autarca courense defendeu ainda que “seria conveniente que a economia da partilha, não se torne numa economia que apenas chega às empresas, mas também chegue ao bolso dos consumidores”.
O encontro contou com a presença dos presidentes de Câmara dos Arcos de Valdevez (João Manuel Esteves), Vila Nova de Cerveira (Fernando Nogueira e Valença (Jorge Mendes).

Alto Minho tem “bom modelo de fibra óptica”

Alto Minho desenvolveu um bom modelo de fibra óptica. A opinião foi transmitida ontem em Paredes de Coura, pelo presidente do Conselho de Administração da Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM), João Cadete de Matos, no encontro com o tema “Por um Alto Minho Mais Conectado, organizado pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho).
João Cadete de Matos considerou que o Alto Minho deu “uma grande prioridade ao desenvolvimento da fibra óptica em todo o território. Todos os concelhos têm beneficiado da fibra óptica só que ainda não chega a todas as localidades”.
No entanto, o responsável máximo da ANACOM reconheceu que a CIM Alto Minho tem feito um grande esforço para alargar a rede de fibra óptica. “Grande parte da fibra óptica foi desenvolvida na zona Norte, na base de um concurso com fundos europeus. Agora é preciso chegar a todas as populações. É um bom modelo aquele que foi desenvolvido nesta zona (um modelo grossista de fibra óptica que é partilhado pelos operadores), com um custo partilhado por vários operadores”, salientou João Cadete de Matos.
O presidente da ANACOM prometeu também melhorar a cobertura da rede de telemóvel a nivel nacional. Estiveram presentes representantes da Infraestruturas de Portugal e das Redes Energéticas Nacionais (REN).

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.