Correio do Minho

Braga,

- +
Alto Minho com quase seis mil desempregados no final de 2020
Município apresenta Estratégia Local de Habitação

Alto Minho com quase seis mil desempregados no final de 2020

Desnivelamento na rotunda de Silvares abre terça-feira

Alto Minho com quase seis mil desempregados no final de 2020

Alto Minho

2021-01-25 às 06h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Alto Minho terminou 2020 com 5925 desempregados, mais 1482 do que em 2019. Dezembro fica também marcado pela subida do desemprego, invertendo-se a tendência dos últimos meses.

O Alto Minho registava no final de 2020 mais 1482 desempregados do que em 2019, de acordo com as mais recentes estatísticas divulgadas pelo IEFP - Instituto de Emprego e Formação Profissional.
No último dia de 2020, no distrito de Viana do Castelo estavam inscritos no IEFP um total de 5.925 desempregados. No mesmo dia de 2019, eram 4.443.
O relatório do IEFP mostra ainda que, após a descida do desemprego verificada ao longo dos últimos meses, a tendência inverteu-se em Dezembro último, com o distrito de Viana do Castelo a registar mais 230 pessoas sem trabalho do que em Novembro.

O número de desempregados aumentou em sete dos dez concelhos do distrito. As excepções são Melgaço, Ponte da Barca e Valença.
Viana do Castelo é o concelho com maior número de desempregados (2347), sendo igualmente o que registou o aumento mais significativo de inscritos no centro de emprego (mais 34) face a Novembro.
Na comparação com o mês homólogo de 2019, o concelho de Viana do Castelo registava no final de Dezembro de 2020 mais 609 desempregados.

Ponte de Lima é o segundo concelho com maior número de desempregados. Registava no final de Dezembro 775 pessoas sem trabalho, mais 22 do que em Novembro.
Relativamente a Dezembro de 2019, o concelho limiano regista mais 236 desempregados.
Segue-se Arcos de Valdevez, que terminou o mês passado com 530 desempregados, mais 16 do que em Novembro. São mais 94 pessoas sem trabalho do que em Dezembro de 2019.
Com mais de meio milhar de desempregados, no Alto Minho, encontramos também o concelho de Valença, que contra a tendência viu o desemprego diminuir no último mês de 2020. Terminou Dezembro com 508 inscritos no IEFP, menos 34 do que em Novembro.
Porém, na comparação com 2019, Valença ganhou 124 desempregados.

Com mais 12 desempregados do que em Novembro, Monção terminou o ano com 435 desempregados. O concelho conta, assim, mais 126 desempregados do que no final de 2019.
Caminha também viu o número de desempregados aumentar em Dezembro para 391, mais dez do que em Novembro. Na comparação com 2019, são mais 60 pessoas sem trabalho.
Vila Nova de Cerveira terminou 2020 com 271 desempregados, mais 18 do que no mês de Novembro, mas mais 90 do que em Dezembro de 2019.

Segue-se Paredes de Coura que no final do ano tinha 268 inscritos no centro de emprego, mais três do que em Novembro. Em comparação com 2019, são mais 82 desempregados.
Também Ponte da Barca terminou o ano com 268 desempregados, uma descida ligeira face a Novembro (menos dois). São menos 36 pessoas sem trabalho do que em Dezembro de 2019.
Melgaço é concelho do Alto Minho com menos desempregados. Terminou o ano com 132, menos dois do que em Novembro. Na comparação com Dezembro de 2019, são mais 25 pessoas sem trabalho.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho