Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Agrupamento de maximinos: Escolas inseridas na comunidade e respeitadoras da diversidade
Esposendenses têm direito a mais um mês de isenções na factura da água

Agrupamento de maximinos: Escolas inseridas na comunidade e respeitadoras da diversidade

Artur Jorge: “Luta intensa para tentar recuperar o terceiro lugar”

Agrupamento de maximinos: Escolas inseridas na comunidade e respeitadoras da diversidade

Ensino

2020-05-18 às 08h00

Paula Maia Paula Maia

Novo director do Agrupamento de Maximinos apresentou as linhas estratégicas para o mandato.

Uma escola mais humana, generosa, mais contextualizada nos mundos de vida dos seus actores e mais inscrita na comunidade, mais respeitadora das linguagens e da diversidade cultural. São estas as linhas mestras do plano de acção da nova direcção do Agrupamento de Escolas de Maximinos que tomou posse esta semana.
Paulo Antunes, que sucede no cargo a Joaquim Gomes, referiu, no discurso de tomada de posse, que estão reunidas as condições para uma “efectiva transformação organizacional”, prometendo uma liderança ajustada ao contexto, à situação, ambiente e até ao tipo de colaboradores e uma gestão assente na convicção de que o Projecto Educativo deve ser “participativo, inacabado (evolução constante), motivador democrático, procurando consensos.
Em termos pedagógicos, Paulo Antunes diz que é primordial continuar a apoiar a riqueza e diversidade de actividades realizadas no agrupamento e que tal terá sempre em conta a articulação com as diferentes estruturas educativas, projectos, clubes, bibliotecas escolares, servic?o de psicologia e orientac?a?o, direcc?a?o, assistentes operacionais e associac?o?es de alunos, de pais e encarregados de educac?a?o, favorecendo a unidade e a interdisciplinaridade.
No que concerne à gestão de recursos humanos, o novo director promete desenvolver esforços para a alocação de recursos humanos - pessoal docente, não docentes e outros técnicos - através do contrato de autonomia, projectos específicos (TEIP) e outros programas sectoriais.
Durante o mandato, o novo dirigente pretende promover a reabilitação de espaços, nomeadamente a ansiada requalificação da EB 2,3 Frei Caetano?Brandão. No que concerne a? visa?o estrate?gica, Paulo Antunes mostra a sua preocupação com os resultados escolares, valorizac?a?o da avaliac?a?o externa, e enfoque especial na avaliac?a?o interna, “cuja equipa tera? de ajudar muito a organizac?a?o, permitindo induzir reflexo?es para a mudanc?a qualitativa”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho