Correio do Minho

Braga, terça-feira

Afirmar chinês como terceira língua
Aposta na ferrovia “é fundamental” para internacionalização da economia

Afirmar chinês como terceira língua

Câmara assinou protocolos com Real Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vizela

Ensino

2011-09-14 às 06h00

Redacção

O projecto ‘Chinês nas Escolas’ chega, este ano, a oito escolas do norte do país. Instituto Confúcio da Universidade do Minho iniciou projecto em 2006.

O Instituto Confúcio da Universidade do Minho (UM) inicia este mês cursos de chinês em oito escolas do norte do país. O projecto, intitulado ‘Chinês nas Escolas’, tem como objectivo expandir o ensino do mandarim em instituições pré-universitárias e promover, a longo prazo, a sua implementação como terceira língua curricular, após o inglês e o espanhol.
São cerca de 300 as crianças e adolescentes que vão ter a oportunidade de aprender aquele idioma.

O Instituto Confúcio disponibiliza, de acordo com as solicitações das escolas interessadas, os docentes e os equipamentos para assegurar a aprendizagem dos novos falantes de língua chinesa.
Criado em 2006, o projecto tem vindo a ter grande receptividade junto das instituições. Nessa altura, o instituto começou a fornecer oficialmente a leccionação de cursos de chinês (Mandarim) em três escolas na região do Norte.

A Universidade do Minho foi a primeira instituição do país a acolher um Instituto Confúcio nas suas instalações. Esta unida- de diferenciada da academia minhota visa promover a divulgação e o desenvolvimento da língua e cultura chinesas em Portugal.
O Instituto é dirigido pela professora Sun Lam, fundadora em 1991 do curso livre de mandarim, que veio a ser um ponto de partida para a criação da licenciatura em Línguas e Culturas Orientais na UM.

O projecto conta com a colaboração dos alunos do recentemente criado Mestrado em Estudos Interculturais Português/Chinês: Tradução, Formação e Comunicação Empresarial, do Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho. Conta ainda com a produção própria de material didáctico quer em papel, quer em formato electrónico.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.