Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Adoptar e esterilizar animais é mais fácil em Barcelos
Bailarina Bracarense Carolina Costa em destaque no Canadá

Adoptar e esterilizar animais é mais fácil em Barcelos

Adoptado por alguns, o rio que nasce e percorre a cidade tem que ser de todos

Adoptar e esterilizar animais é mais fácil em Barcelos

Cávado

2019-05-15 às 11h35

Redacção Redacção

Acordo de colaboração entre o Município de Barcelos e a Associação de Protecção Animal - Streetdogs foi aprovado em reunião do executivo. Este acordo tem como objectivo aplicar programa de esterilização e promover campanhas de sensibilização.

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou a minuta do acordo de colaboração com a Associação de Protecção Animal – Streetdogs, que visa a aplicação de um programa de esterilização de animais errantes, bem como a promoção de campanhas de sensibilização para a esterilização, não abandono e adopção de animais.
A publicação da Lei n.º 27/2016 de 23 de Agosto estabelece a proibição do abate de animais errantes como forma de controlo da população, privilegiando a esterilização, e determina que o Estado, a captura, vacinação e esterilização dos animais errantes sempre que necessário, assim como a concretização de programas de captura, esterilização e devolução ao local de origem para gatos.
Além disso, determina que as câmaras municipais e os centros de recolha oficial de animais devem divulgar os animais disponíveis para adopção.

Assim, com este acordo, há o compromisso de aplicar um programa de esterilização de animais errantes; aplicar programas de captura, esterilização e devolução de gatos silvestres e assilvestrados aos locais de origem.
Mas há mais: com o acordo pretende-se criar zonas de abrigo que promovam o bem-estar dos gatos silvestres e assilvestrados e garantir a sua manutenção através de cuidadores ou voluntários; promover campanhas de sensibilização para a esterilização, não abandono e adopção de animais errantes e participar em acções de formação de voluntários, campanhas específicas de adopção, acções de educação nas escolas e noutras iniciativas que sensibilizem para a temática da defesa dos animais; suportar uma percentagem dos custos de esterilização de animais de companhia e criar uma base de dados comum com informação relativa aos animais intervencionados.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.