Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Abel Ruiz: “É um sonho estar aqui e quero dar o máximo de mim pelo clube”
Inaugurado o 3º Posto de Turismo, na Peneda, Gavieira

Abel Ruiz: “É um sonho estar aqui e quero dar o máximo de mim pelo clube”

Jovens do distrito comprometidos com a sustentabilidade ambiental

Abel Ruiz: “É um sonho estar aqui e quero dar o máximo de mim pelo clube”

Desporto

2020-04-09 às 06h00

Ricardo Anselmo Ricardo Anselmo

Abel Ruiz está agradecido ao SC Braga por ter apostado nele. Quer retribuir a confiança e ajudar o clube com aquilo que melhor sabe fazer: golos. Avançado recordou estreia “inesquecível” na Escócia.

Desta vez, a rubrica ‘Duas de Letra’ juntou dois jogadores que chegaram este ano ao SC Braga: Abel Ruiz e Vítor Tormena. O avançado espanhol, de 20 anos, chegou em Janeiro à capital minhota, proveniente da equipa B do Barcelona.
“Atraiu-me o interesse que tiveram por mim. Quando souberam que queria deixar o Barcelona, porque não estava a jogar muito, o presidente foi a Barcelona, conversámos e gostei muito do projecto. Gostei da cidade e de tudo o que envolve o clube”, explicou Ruiz, realçando a ajuda dos companheiros na adaptação à cidade e ao clube.
“Estou muito feliz por estar aqui, numa grande cidade e num grande clube. A adaptação foi muito boa e os meus companheiros receberam-me muito bem. Estou muito feliz nesta cidade tão bonita”, garantiu, sem deixar de reconhecer os dois atletas com quem criou, para já, uma ligação mais forte.

“Fui muito bem recebido. Mais do que dizer um nome, diria toda a equipa. Mas é claro que num plantel formam-se sempre alguns grupos que se dão melhor. Vivi com o Trincão e o David Carmo no início da quarentena e talvez por isso tenha uma melhor relação com eles”, frisou o avançado, que se estreou a marcar com a camisola dos Guerreiros no desafio contra o Rangers, na Escócia, para a Liga Europa.
“Foi uma sensação inesquecível. Vou recordá-lo para sempre. Primeiro jogo, primeira titularidade… Foi incrível. Celebrei como se fosse o melhor golo da história. Como já disse, estou muito feliz por estar aqui e espero vir a ser importante neste clube quando as coisas voltarem à normalidade”.

A dada altura da conversa com os adeptos, Ruiz viu-se confrontado com uma questão algo caricata, em jeito de provocação saudável. Perguntaram ao avançado se na próxima época marcaria mais golos que Paulinho e a resposta foi encorajadora.
“Vou tentar ajudar a equipa da melhor maneira possível, com golos, assistências e passes. O Paulinho está a fazer muitos golos, vai ser difícil. Mas vou tentar marcar o máximo possível”, frisou, esperançoso de que possa ser importante para a equipa, num sistema em que pode “actuar em todas as posições do ataque.”

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho