Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
A Dieta Atlântica
Simon Banza é aposta claramente ganha

A Dieta Atlântica

Guimarães assinala Dia Municipal para a Igualdade

A Dieta Atlântica

Economia

2021-10-03 às 12h27

Redacção Redacção

O termo Dieta diz respeito a um padrão alimentar de comer e beber, influenciado por diversos fatores, desde o rendimento económico à cultura, religião, localização geográfica, estilo de vida, etc.
Num conceito abrangente a Dieta Atlântica (DA) pode ser considerada como a dieta tradicional dos povos que vivem na orla do Atlântico Norte Europeu. Todavia, por influência de diversos fatores, o padrão alimentar dos povos do Norte da Europa divergiu das suas raízes mais tradicionais, e a Dieta Atlântica (DA) é atualmente considerada como a dieta tradicional dos países do sudoeste europeu, Portugal e o noroeste de Espanha, onde prevaleceram esses hábitos alimentares tradicionais.
Tal como a Dieta Mediterrânica (DM) a Dieta Atlântica (DA) assenta nos produtos típicos de uma região, mas, evidentemente, estas duas dietas diferem por razões climatéricas, orográficas e por toda uma cultura secular de humanização.

Miguel Esteves Cardoso (2012), escreveu no jornal “O Público” que Portugal estava dividido em dois: a Norte o país da salsa e a Sul o país dos coentros. https://www.publico.pt/2012/08/04/jornal/e-preciso-descobrir-a-fronteira-entre-o-portugal-da-salsa-e-o-portugal-dos-coentros-24975400
De facto, mesmo nesta era da globalização em todas as áreas e a todos os níveis, incluindo a gastronomia, um olhar atento descobre diferenças claras entre os hábitos alimentares tradicionais do Norte e os do Sul de Portugal. E não só a questão da salsa e dos coentros, mas outros exemplos podem reforçar este facto, como o pão de milho ou os grelos e couves em vez das saladas frias e, também, as formas de cozinhar.

Pratos de referência na Gastronomia Tradicional portuguesa como o “Caldo Verde”, “Bacalhau cozido com todos” e Cozido à Portuguesa são exemplos da Dieta Atlântica tradicional. Dos vegetais usados sobressaem as couves, galega e penca, características do Norte de Portugal. Em todo o caso, poderia acrescentar-se que o azeite e é a ponte que une o Norte e o Sul de Portugal.
Na Tabela abaixo estão agrupados os ingredientes típicos do padrão alimentar Dieta Atlântica:

DO MAR
Peixe, crustáceos e moluscos de águas frias

DA HORTA
Couves, grelos, cebolas, favas, cenoura, nabos, abóbora “menina”, tomate “coração de boi”, alface “manteiga”, salsa.

DO POMAR
Maçãs, peras, ameixas, castanhas, nozes

DO PRADO
Vitela, porco e aves de capoeira autóctones

DO CAMPO
Milho e centeio

PREPARAR
Cozidos, estufados e assados

TEMPERAR
Azeite, gordura extraída da carne e do peixe pela cozedura, vinagres de vinho e de cidra

BEBER
Acompanham vinhos leves, cidra, cerveja

COMER
Em família e com amigos

As tendências alimentares nostálgicas e a busca por produtos naturais sem aditivos químicos, frescos, locais, biológicos e ambientalmente sustentáveis, são uma oportunidade para valorizar e promover a Dieta Atlântica tradicional do Norte de Portugal e os seus produtos, preservando este património gastronómico a par do da Dieta Mediterrânica tradicional do Sul de Portugal.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho