Correio do Minho

Braga, terça-feira

Valorização do património cultural popular

Obrigado, Pedro Passos Coelho

Voz às Bibliotecas

2016-05-27 às 06h00

Aida Alves

O património cultural é um conjunto de bens, materiais e imateriais, que são considerados de interesse público e coletivo, relevantes para a perpetuação no tempo. O património faz-nos viajar pelo passado, recordando-o; constitui uma manifestação, um testemunho, uma invocação, uma convocatória do passado. Tem, portanto, a função de (re)memorar acontecimentos mais importantes; daí a relação com o conceito de memória social.

Uma das preocupações atuais da sociedade é proceder à preservação do património cultural e memória social, com vista à construção da identidade de um povo. Compete-nos a todos nós salvaguardar o património coletivo, sendo também agentes ativos na construção do saber, registando as nossas tradições individuais e familiares, em prol da sociedade vindoura. O que fazemos no nosso presente deve ser efetivamente registado para mais tarde ser relembrado. Conhecendo a nossa cultura, compreenderemos a importância de mantê-la viva na memória, protegê-la e valorizá-la, como forma de preservar o que somos, as nossas características, a nossa identidade.

A verdadeira identidade de um povo está na sua cultura. Conhecer e valorizar a nossa cultura são auto-afirmações do que somos. A identidade de um povo contrói-se através de todas as manifestações humanas, das várias linguagens e representações artísticas e práticas sociais. A cultura popular contribui fortemente para a identidade de um povo.Somos possuidores de uma identidade ou de várias identidades?

Na verdade, existe em todas as sociedades, uma enorme variedade de identidades distribuídas por género, idade, raça, etnias, religião, entre outras. A identidade implica um sentimento de pertença a um determinado grupo étnico, cultural, religioso, de acordo com a perceção da diferença e da semelhança entre o “eu” e o “outro”, “nós” e os “outros”.

É importante valorizar a cultura. Damos neste texto especial destaque à cultura popular, presente também na literatura, nas artes plásticas, na arquitetura, na gastronomia, na música, dança, entre outras. Foi através da cultura popular que pesquisas antropológicas e sociológicas chegaram a diversas características dos nossos antepassados. A grande maioria da cultura popular é transmitida oralmente, dos elementos mais velhos da sociedade para os mais novos. Surgiu graças à interação contínua entre pessoas de regiões diferentes e à necessidade do ser humano de se enquadrar no seu ambiente envolvente. A cultura popular é influenciada pelas crenças do povo e é formada graças ao contato entre indivíduos de certas regiões.

Em Braga, entre maio e junho de cada ano, respira-se precisamente muito a cultura popular que vingou nos registos documentais da História e da memória coletiva. Braga Romana e festas de S. João de Braga são atualmente grandes manifestações culturais, artísticas e sociais que reavivam a cultura popular e ajudam a perpetuá-la junto dos mais novos.

Preservar o património histórico, cultural, social e a identidade de um povo é uma missão subjacente à área da Documentação, aos Arquivos, Bibliotecas e Museus. Pode-se dizer que bibliotecários, arquivistas, museólogos, historiadores, arqueólogos entre outros profissionais partilham da ideia de que preservar é preciso, saber é obrigação. Associa o património às questões memoralistas e identitárias. Os patrimónios documentais e museológicos diligenciam pelo passado, presente e futuro do Homem.


O homem sonha acordado;
Sonhando a vida percorre…
E desse sonho dourado
Só acorda, quando morre!
António Aleixo

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Bibliotecas

15 Fevereiro 2018

Meninos dormindo

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.