Correio do Minho

Braga, terça-feira

Um Novo Ano de Esperança

Mestres da Ilusão

Escreve quem sabe

2017-01-06 às 06h00

Carlos Alberto Pereira

Este novo ano, o Corpo Nacional de Escutas, tem dois momentos que marcarão, indubitavelmente, a nossa vida associativa. Um será o XXIII Acampamento Nacional e, o outro, a posse dos novos órgãos nacionais para o próximo triénio.

Relativamente ao acampamento nacional, que se realizará no Centro Nacional de Atividades Escutistas, em Idanha-a-Nova, de 31 de julho a 6 de agosto de 2017, findo o prazo das inscrições provisórias, no passado dia 31 de dezembro, a organização divulgou o números dos inscritos - 17.221 escuteiros que ficaram assim distribuídos:
Campo da I Secção (dos 6 aos 10 anos) - com o tema da criação - 2.386 Lobitos, organizados em 416 Bandos e acompanhados por 416 dirigentes;
Campo da II Secção (dos 10 aos 14 anos) - com o tema da transformação - 5.315 Exploradores/Moços, organizados em 826 Patrulhas/Tripulações e acompanhados por 560 dirigentes;
Campo da III Secção (dos 14 aos 18 anos) - com o tema da inovação - 5.764 Pioneiros/Marinheiros, organizados em 902 Equipas/Equipagens e acompanhados por 582 dirigentes;
Campo da IV Secção (dos 18 aos 22 anos) - com o tema da cooperação - 1.877 Caminheiros/Companheiros, organizados em 328 Tribos/Companhas e acompanhados por 245 dirigentes;
Serviços - 71 dirigentes (as inscrições provisórias para os serviços só encerram no dia 15 de abril próximo).

É de admitir que as inscrições definitivas possam ainda ditar um crescimento no número de participantes dos Campos das Secções, na casa dos 8 a 10 por cento. Assim sendo, tudo leva a crer que o número final de participantes venha a fixar-se muito próximo do limite máximo preestabelecido: 20 mil escuteiros.
Sendo o lema do XXIII Acampamento Nacional Abraça o Futuro, bem se pode afirmar, partindo dos participantes já inscritos, que o CNE se mobilizou e abraçou este projeto.

Relativamente ao segundo acontecimento: a tomada de posse dos órgãos nacionais eleitos, no passado dia 4 de dezembro, ocorrerá no próximo sábado, dia 7 de janeiro, na Sé Primacial de Braga, sob a presidência do Senhor Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga.

O facto de, mais uma vez, a Junta Central e o Conselho Fiscal e Jurisdicional Nacional tomarem posse em Braga, berço do Escutismo Católico Português, pela vontade do Arcebispo reformador, D. Manuel Vieira de Matos, podemos antever que chefe nacional e presidente do CFJN, ambos oriundos da Região (arquidiocese) de Braga desejam, desta forma, afirmar o seu comprometimento de fidelidade às origens e aos valores do CNE, mas, tal como o fundador, atentos às evoluções do mundo e das sociedades e com os olhares focados no essencial: as crianças e os jovens, nas necessidades de formação dos educadores adultos que servem o Movimento, e através dele o País que somos e a comunidade universal onde nos inserimos.
Esta tarefa de olhar mais longe e mais alto, sem deixar de se preocupar com as necessidades individuais, remete-nos para aquela figura do plantador de árvores que, plantando uma a uma, quando olhou do alto da outeiro, reparou que o terreno que parecia árido, se tinha transformado numa belíssima floresta.

Por isso, será o tempo de cada escuteiro permitir que aos empossados: Ivo Faria, Joaquim Freitas, Ricardo Matos, Raquel Kritinas, José Rodrigues, Sandra Martins, Susana Carvalhosa e Manuel Lavadinho (da Junta Central) e António Cerqueira, António Ventinhas, Silvério Conceição, José Ramos e Joana Teixeira (Conselho Fiscal e Jurisdicional Nacional), nunca faltem sementes e água, nem um ombro amigo para os momentos de cansaço ou desânimo. Estou certo que todos os escuteiros terão sempre presente o 4º artigo da Lei: O Escuta é amigo de todos e irmão de todos os outros Escutas, por isso eles nunca estarão sozinhos nesta sua árdua tarefa de olhar pela nossa casa comum”, e que a Mãe dos Escutas os guie nesta demanda.

Aos dirigentes que cessam funções, um agradecimento pelos serviços prestado às crianças e jovens do Movimento, ao Corpo Nacional de Escutas e ao País. Graças à sua ação bem podemos dizer que um dos pensamentos mais fortes de Baden-Powell “deixar o mundo melhor” lhes assenta como uma luva.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

16 Outubro 2018

Parabéns Confiança

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.