Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Um desafio aos empresários do centro histórico

A Martins Sarmento e as Festas Nicolinas em Tempo de Pandemia

Escreve quem sabe

2013-11-01 às 06h00

Rui Marques Rui Marques

O comércio é muito mais do que uma mera atividade económica. Cumpre uma função socioeconómica e cultural essencial à vida nas nossas comunidades.
O comércio de rua e proximidade é comércio, mas também é cultura, é património, é turismo, é urbanidade, é escola, é coesão social, é animação e é vida.
O contributo do comércio para a regeneração do Centro Histórico de Braga, exige um envolvimento proativo dos comerciantes, dos proprietários de imóveis, dos bracarenses e dos consumidores em geral, para que este espaço, desejavelmente vivo, pujante e atrativo, detenha uma identidade própria e distintiva.

É neste contexto que surge a aposta da Associação Comercial de Braga em desenvolver um projeto conjunto orientado para a revitalização do comércio do Centro Histórico de Braga, procurando com esta iniciativa melhorar o volume de negócios e a rentabilidade das empresas e comerciantes que venham a aderir ao projeto.

Trata-se de uma candidatura a submeter pela ACB à medida ‘Comércio Investe’, na vertente relacionada com a implementação de projetos conjuntos de modernização comercial, que visam a valorização e dinamização da oferta comercial em espaços urbanos com elevada densidade comercial, centralidade, multifuncionalidade e desenvolvimento económico e social.
Sendo evidente o facto de qualquer uma das áreas do Centro Histórico de Braga possuir essas caraterísticas, há que reunir um mínimo de 10 e um máximo de 30 empresas interessadas em integrar o projeto da associação para viabilizar uma candidatura ao “Comércio Investe” de grande relevância para o comércio de Braga.

O investimento mínimo elegível por empresa aderente é de 5.000 euros e o máximo é de 20.000 euros. O apoio financeiro às empresas aderentes é a “fundo perdido” na ordem dos 45% das despesas elegíveis, podendo ainda obter uma majoração de 10%.
Para além do incentivo previsto, as empresas aderentes poderão recorrer a uma linha de crédito bonificada para suportar o restante investimento, o que no atual contexto de grandes dificuldades de acesso a crédito bancário não deixa de ser uma excelente oportunidade para promover ações de modernização e inovação comercial.

A ACB está fortemente empenhada em avançar com um projeto desta natureza, em estreita colaboração com a Câmara Municipal de Braga e os Comerciantes do Centro Histórico de Braga. Estamos a recolher fichas de manifestação de interesse de empresas com estabelecimentos no centro da cidade e vamos estabelecer contactos directos com os Comerciantes, no sentido de obter o número de adesões necessário para a apresentação de uma candidatura.

O projeto conjunto que delineamos assenta em seis princípios base:
(1) Ter uma visão clara e inovadora para o centro histórico e para o comércio urbano de proximidade;
(2) Grandes projetos necessitam de grandes campeões;
(3) Ser proativo;
(4) Fazer acontecer;
(5) Foco na conveniência, segurança, afeto e proximidade;
(6) Capacidade para gerir a mudança.

Com base nestes princípios que, por limitação de espaço não é possível desenvolver, propõe-se uma actuação que visa: a criação de uma comunidade de empresas que partilharão uma nova visão do negócio; a melhoria das técnicas de comercialização, organização e gestão do negócio; a criação de serviços comuns de comunicação, virtualização dos negócios e venda via web; a inovação nos pontos de venda e sua visibilidade; o reforço da divulgação e do marketing experiencial em parceria com o município; o envolvimento dos clientes/consumidores com animação e prestação de serviços de apoio.

As empresas que se modernizam e inovam são as que mais facilmente vencem os desafios com que se confrontam.
Saibamos aproveitar esta excelente oportunidade para que o Comércio de Braga continua a assumir um posicionamento exemplar e vanguardista no contexto nacional e internacional.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

24 Novembro 2020

Habitação acessível (2)

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho