Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Tanto incêndio com chuva...

A vida não é um cliché

Ideias

2018-03-02 às 06h00

Paulo Monteiro

Na segunda-feira, ao final da tarde, o Minho estava envolto em fumo. Existiam pequenos incêndios e queimas um pouco por todo o lado e até custava respirar. Senti-a-se mesmo o cheiro e o sabor do fumo. De um momento para o outro todos decidi- ram pegar fogo à mata e fazer arder o que podiam e o que não podiam. Até parecia de propósito. Todos juntos. Todos ao mesmo tempo.
Tudo numa altura em que se pede que sejam limpas as matas e as florestas para se precaverem dos desgostos do Verão. Mas... com tantos incêndios é claro que vai existir menos área para arder no tempo quente. Desde o início do ano já se registaram mais de mil incêndios e os dados do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas mostram-nos que há cinco anos que não havia tantos fogos nos dois primeiros meses do ano. E no Minho acontece o mesmo. E há dados que não são explicados...

Por exemplo, na terça-feira, num dia de chuva, foram registados no distrito de Braga sete incêndios e - pasme-se - dois deles deflagraram às 1,30 e 1,41 horas da madrugada... ou seja: de noite. Será possível? E ainda com toda a chuva que tem caído, no distrito de Viana do Castelo, e também no mesmo dia, registou--se o mesmo número de incêndios. E só em cinco dias (de 21 a 25 de Fevereiro) - para dar outro exemplo -, registaram-se 86 incêndios nos dois distritos minhotos. O que é que se passa? O que é que está a acontecer? É mais do que certo que é um fenómeno estranho... falta de cuidado, fogo posto... enfim, podem existir muitas explicações mas era bom as autoridades estarem atentas a este excedente de fogos... A necessidade de limpar os terrenos florestais não explica tudo. Há que existir mais vigilância, mais cuidado, e ter mão forte para quem continua a fazer asneiras nas nossas florestas.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

22 Outubro 2018

A multidão e a cidadania

22 Outubro 2018

A pretexto de coisa alguma

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.