Correio do Minho

Braga, sábado

- +

Somos positivos...

O que podem esperar os portugueses em 2023?

Somos positivos...

Escreve quem sabe

2020-11-10 às 06h00

Margarida Pereira Margarida Pereira

Todos os dias, enquanto pessoas, vivemos e adaptamo-nos a novos desafios. Quem vive no associativismo sabe que a mudança e a adaptação são uma constante. Quem vive com o ideal de construir uma sociedade melhor, percebe o que é enfrentar novos desafios no seu quotidiano, angariar apoios logísticos, ou mitigar a falta de fundos.
Desde cedo, aprendemos a fazer muito usando, como ingrediente principal, a vontade que todos temos de melhorar. É por esse motivo que podemos afirmar que o associativismo nos prepara para a vida.
Nos dias de hoje, percebemos que todos aqueles que já tiveram experiências no associativismo, ou no voluntariado, encontram sempre uma forma positiva de ver as coisas. Dia após dia, vemos os casos, notícias, números preocupantes na televisão e somos bombardeados de informações tão distintas que, por vezes, nem sabemos em quem podemos acreditar, mas sabemos que não podemos parar.
Na JovemCoop, adaptamos e reduzimos as nossas atividades de forma a continuarmos ativos e sempre com o objetivo de mantermos vivo o interesse que as pessoas têm pela nossa história. Realizámos a atividade “O Nosso Património” e adaptámos as nossas habituais visitas guiadas pela cidade, realizando os “Percursos Brácaros - online”; reinventámo-nos sempre com o objetivo de não parar as nossas atividades.
Contudo chegou o dia em que nos vimos forçados a parar, o dia em que descobrimos que também nós fazemos parte dos números que surgem no ecrã, o dia em que somos positivos ao COVID19.
O nosso primeiro pensamento é sempre procurarmos onde esteve a “falha”; pensamos no nosso trabalho, nas atividades planeadas e questionamos qual foi o momento em que “baixamos a guarda”. Contudo, de imediato, percebemos que também faz parte da nossa missão “correr riscos em prol da população”. Sempre estivemos conscientes que, cada vez que saímos de casa, estávamos mais expostos ao vírus, sabendo que há riscos que são necessários, pois há pessoas que têm de estar em casa porque não se podem expor e que esperam a nossa ajuda.
A nossa experiência, de passar por este episódio de COVID-19 faz-nos ver o isolamento como um tempo de reflexão. Somos obrigados a estar fisicamente resguardados, mas a nossa mente é livre. Assim, aceitamos mais este desafio que a vida nos dá, arregaçamos as mangas e começamos a desenhar novas atividades, sempre com todas as medidas de segurança.
A verdade é que, mesmo em casa, há quem precise de nós. Deste modo, começamos, desde já, a desenhar o nosso “Percurso Brácaro - online” edição especial de Natal. Quem já tem vindo a participar nesta atividade sabe que, no Natal, associamo-nos sempre a uma causa solidária que já sentimos também como nossa - a “Missão Põe Azeite”.
A “Missão Põe Azeite” é realizada pelo Grupo Coral de Guadalupe, que todos os anos se compromete a recolher as garrafas de azeite que vão compor os cabazes de Natal, distribuídos às famílias mais carenciadas, que estão identificadas pela Comissão Social da Freguesia de S. Victor. Deste modo, a todos os que irão participar no Percurso que a JovemCoop irá realizar, ou que simplesmente queiram ajudar, pedimos que deixem o seu contributo.
Podem deixar a vossa garrafa de azeite na Capela de Guadalupe, todos os domingos a partir das 10h30 e também na Junta de Freguesia de S. Victor, todos os dias úteis, das 9h às 13h e das 14h às 17h. Quem desejar, pode contactar a JovemCoop que nós disponibilizamo-nos para ir recolher o seu contributo.
Quanto ao “Percurso Brácaro-online” edição de natal, basta estar atento ao facebook da JovemCoop e da Braga +, pois em breve divulgaremos mais informações.
Enquanto não nos podemos todos encontrar, pense em 2020 como um ano atípico, mas vendo sempre o seu lado positivo. Tivemos mais tempo para nós e para os nossos, tempo para refletir e valorizarmos o que verdadeiramente importa. E, acima de tudo, conseguimos ver a capacidade que temos de nos adaptarmos a novas situações e de enfrentarmos todos os desafios de cabeça erguida.
Com o ano quase a terminar, pense que “Vai ficar tudo bem!” e, se tiver essa possibilidade, contribua para uma causa social, para que todos possam encerrar 2020 da melhor forma.
Mas acima de tudo, veja sempre o lado positivo, e aceite como uma oportunidade cada desafio que a vida lhe lança!

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

23 Janeiro 2023

… ainda habitação!

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho