Correio do Minho

Braga,

- +

Setembro pode ser dourado

O BRT e as ciclovias nas Avenidas de Braga: O homem já foi à lua!

Setembro pode ser dourado

Voz às Escolas

2023-09-07 às 06h00

Aida Alves Aida Alves

Setembro inicia-se para muitos como o poente de um verão que lentamente se desvanece e, também, na retoma de obrigações rotineiras, em jeito de caderno de encargos, que se avizinham para mais uma dezena de meses de trabalho contínuo. À frente avizinham-se poucas paragens, Natal e Páscoa, curtas e fugidias, ou aniversários e pontes. Nada como o tempo mais lento de verão que agora se vai findando.
Para quem tem filhos em idade escolar, esta fase é de maior preocupação na obtenção de manuais escolares, materiais escolares e da integração social, o mais harmoniosa possível, de filhos pequenos em infantários e na escola. Esta fase inclui também preocupações várias, como a alimentação, a atenção pelo comportamento disciplinado e, no 1º Ciclo, a novidade de ter de uma nova professora e um novo local, com novas exigências de aprendizagem. E por aí diante nas diferentes fases de escolaridade, até ao secundário, cada uma com as vicissitudes inerentes. Preocupações de vida existem sempre por motivos vários, contudo há que frisar que há sempre razões para continuarmos a lutar por uma vida mais estável e melhor. Por isso a esperança será sempre o motor de vida e de motivação que devemos alimentar continuadamente, realizando atividades que nos deem prazer e bem-estar.
Hoje refletimos um pouco sobre algumas causas educativas e sociais nas quais as bibliotecas intervêm, assumindo para si também a responsabilidade de ajudar no bem-estar das pessoas, na transformação social, para alcançar um maior número de cidadãos mais informados, integrados. As bibliotecas assumem o compro- misso de arquivar informação, difundi-la, comunicá-la com a ajuda de mediadores especialistas, e ajudarem na evolução de conhecimento e na defesa por um mundo melhor.
Neste mês, sendo o tempo onde se comemoram as literacias e a aprendizagem ao longo da vida, ocorrem muitas atividades de formação nas áreas das tecnologias, da leitura, escrita, saúde, entre outras, nas bibliotecas.
Estas ações complementam as dificuldades inerentes aos recomeços, como o início da atividade escolar ou o reinício de um longo período de trabalho. É importante desenvolver competências nestas áreas, pois estas auxiliam-nos no ultrapassar das muitas dificuldades na vida. E estas, são sempre presentes, não as podemos evitar. Com as ferramentas mais adequadas, estaremos sempre mais preparados para enfrentar as adversidades e contornar as dificuldades. Cada obstáculo deve ser visto como um desafio. Tal depende apenas das ferramentas que possuímos para o abordar. Quando nos sentimos mais debilitados em determinada área, é nosso dever procurar ajuda em instituições que têm uma oferta formativa e literácita.
O mês de setembro também é o MÊS DOURADO - Mês Internacional de Sensibilização para o Cancro Pediátrico, que acolhe dinâmicas de maior sensibilização para a doença oncológica em crianças. É um mês em que a Associação Acreditar tenta reforçar ações e parcerias institucionais para uma maior sensibilização e informação, de superação de medos e anseios. A leitura de histórias para crianças sobre o tema (entre muitas, tais como A Matilde está Careca, de Francisco Gojara da Silva (Ed. Prime Books), ou Um dia bom, de Carolina Branco e Marta Oliveira da Silva (Ed. Horizonte), acompanhadas por uma mediação leitora esclarecedora, podem ter um efeito transformador e lenitivo.
Este tema merece uma atenção redobrada de toda a comunidade, não só para o tema do “Cancro” de forma genérica, mas também para o cancro infantil, que afeta diretamente os próprios pacientes de tenra idade, mas também os respetivos familiares e amigos. Não é fácil lidar com estas situações. Mas mais uma vez as ferramentas de gestão emocional e informativas adquiridas ao longo da uma vida são essenciais para ultrapassar as dificuldades surgidas. As bibliotecas terão sempre uma função de auxiliar na aquisição assuntos mais detalhados e ferramentas para ajudarem os cidadãos a enfrentar as dificuldades da vida, na construção de um mundo melhor. Por isso vamos ACREDITAR.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho