Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Recrutamento de adultos voluntários no escutismo

‘O que a Europa faz por si’

Escreve quem sabe

2015-02-06 às 06h00

Carlos Alberto Pereira

Uma das principais preocupações do Corpo Nacional de Escutas é o recrutamento dos adultos voluntários que promovem o processo de autoeducação baseado no método escutista criado por Baden-Powell. Esta preocupação é complementada pela necessidade permanente de formação para que este adulto possa estar sempre preparado para ajudar a criança e o jovem nesta sua caminhada para se tornar no cidadão adulto, responsável, solidário e consciente da importância pessoal e social da sua ação de educador católico.

Fiquemo-nos hoje pela primeira preocupação: o recrutamento. Este desenvolve-se em duas áreas distintas e complementares: no interior do movimento e fora dele, tendo como referência comum a idade mínima de vinte anos.
O recrutamento interno é, por assim dizer, o recrutamento natural pois reflete a descoberta da vocação de animador/educador por parte dos jovens adultos que terminaram o seu percurso educativo na IV Secção (Caminheiros ou Companheiros - escutismo marítimo) e querem prestar este serviço no CNE.

O recrutamento externo é aquele que resulta da aproximação do escutismo à sociedade e que espelha a imagem que o movimento vai construindo na sociedade, refletindo também a importância que a sociedade lhe atribui, tornando-se um pólo de atração para as pessoas com um sentimento de serviço aos outros, pela ação educativa.
O Corpo Nacional de Escutas, pelo censo de 2014, com data de 1 de janeiro de 2014, tinha o seguinte efetivo de 73.365 escuteiros: sendo que 59.184 são Lobitos, Exploradores, Pioneiros e Caminhos e que 14.181 são adultos voluntários.

Nos adultos a divisão é a seguinte: 10.039 são dirigentes e 4.142 são candidatos a dirigentes, correspondente a 29% dos adultos, dos quais 1.692 tem origem no recrutamento interno e 2.450 no recrutamento externo, correspondendo a um peso relativo de 41% e 59%, respetivamente.
Este potencial de recrutamento a Associação tem, quer interna, quer externamente, cria uma situação que transmite uma serenidade ao planeamento e à gestão dos efetivos, por forma a fazerem-se os acertos necessários para que a relação adulto/jovem se mantenha sempre dentro de parâmetros equilibrados na casa dos quatro educandos por cada educador adulto.

Curioso de notar que de 2013 para 2014, se manteve a tendência de crescimento verificado nos anos anteriores, sendo que neste ano os adultos recenseados suplantaram em 133 pessoas os valores do ano anterior e os jovens cresceram também, registando-se mais 470 elementos, tudo num total de mais 603 escuteiros.
A operação censo de 2015 está a decorrer havendo a expetativa que esta tendência de crescimento se mantenha, consolidando assim o efetivo na casa dos 70 mil e podendo, dentro de dois anos, alcançar os 75 mil escuteiros, só no CNE.

Mas a sustentabilidade deste crescimento, o verificado e o projetado, só é e só será possível se o escutismo for capaz de ler, de forma apropriada, os sinais dos tempos ter versatilidade nos seu programa educativo e no(s) plano(s) de formação disponibilizados aos dirigentes, mantendo o inconformismo de querer fazer sempre mais e melhor, vendo mais longe e voando mais alto, não para atingir o topo ou para bater marcas, mas para contribuir para a felicidade de todas as crianças e jovens que nos são confiados pelas suas famílias e pela sociedade.
O desafio constante e aliciante é de engrossar sempre o caudal do rio de “Serviço aos outros”, mantendo sempre cristalinas as águas que, desta forma, serão sempre “água da vida”.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

13 Novembro 2018

À descoberta de Guadalupe

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.