Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

Quinado

A praia: um lugar ameaçado de extinção

Quinado

Ideias

2024-05-08 às 06h00

José Manuel Cruz José Manuel Cruz

O jovem Bugalho quinou. Ora bem, eu sei que quinar é sinónimo de esticar o pernil, pelo que exagero manifesto é dá-lo por defunto, apenas por uma questão de quinas a mais numa achega sem guias. Mas quinou, porque tão culto era ele dado, tão senhor de si em bate-bocas de estúdio e em desfiares de talk show, que esta é uma nódoa que o desqualifica. Claro que acabará eleito. Claro, igualmente, que bem capaz é de conhecer um sucesso fulgurante, mas é ao nível das sumidades rasteiras.
O Melo da Defesa cai-lhe exemplarmente em dueto, porque de papel passado em falso e de olhos trocados meteu o atlético pelo atlântico, ganhando um chumbeiro para os pés. Será caso para dizer que não pesca patavina? Surpresa que o não é, porque façanha alguma se lhe conheça em décadas de vivência política. Salvo, naturalmente, a de ir ficando num Partido que Portas desqualificou, que Cristas secou, e que um Chiquinho levou à terra. Em síntese, o Melo da Defesa não é um activo, é um fantasma que nos fala do Além.
Têm em comum Montenegro, como não podia deixar de ser. Estes e outros da mesma extração, como um ministro das finanças que por finura que não cola mistura contabilidades, acabando enxovalhado por titular cessante de língua afiada, que é certo e seguro que não lhe dará uma abébia: o que o Sarmento vai sofrer! Descansará, quando as vergonhas passarem à porta de colegas de gabinete, quando a asneira rondar a bancada parlamentar. Enfim, um circo, mas dos pobrezinhos.
Vem Bugalho à ribalta, mas porquê? Porque se tenha mostrado lesto a virar o bico ao prego e a esgrimir argumentos bombásticos? Comentador, por comentador, dou por mim a evocar o ex-camarada Milhazes, a quem nada diminuo, embora não o acompanhe em quanto denigre a clique russa, que por mim é tão boa, que por mim e tão má, como as concorrentes. Surpreendeu-me, o eslavo-perito, no passado dia um. Corria reportagem sobre os desaguisados na Geórgia. Revia na SIC-N, o que já havia visto em canais noticiosos franceses. O mesmo deputado da oposição de cara maltratada, os mesmos canhões de água, os mesmos manifestantes pró-europa, porque a bandeira das estrelinhas lá estivesse, e os pró-governo. A manifestação pró-ocidental pareceu-me mais rara, e estranhei-o, mas o facto, digamos, não pesava no teor dos comentários do painel de especialistas. Mas eis que a SIC-N, na pessoa incontornável do ex-camarada Milhazes, me deixa sem chão. Perguntado sobre o alcance liberticida da lei dita pró-kremlin, não é que se ouve referência a um oligarca georgiano, que de si terá vincado que a lei em causa seria menos restritiva do que leis similares vigentes nos EUA e na UE? Eu esbugalhei os ouvidos. Como? O ex-camarada Milhazes falhava pela primeira vez – que eu tenha conhecimento – de empalar o vampiro russo?!
Triste se pode fazer o acordo entre os órgãos de difusão, os peritos ou pseudo-peritos, e o público. O covid aí está como exemplo de antologia, a guerra russo-ucraniana aí há de figurar igualmente. Vão a antena trauliteiros e arregimentados. Vão a antena os que se repetem sem surpresa que agaste consumidores sem pachorra para rever pontos de vista. Mas um erro de palmatória nunca credibiliza quem debita a asneira, quem lhe garante a difusão, e quem a engole com um dar de ombros desesperançado.
Terá o jovem Bugalho sido promovido porque jovem seja – única e exclusivamente? Ele e Jordan Bardella – cabeça de lista do RN francês às europeias – que da mesma idade são, mas que tamanha a diferença!
Valha, em abono do nosso génio da comunicação, que bons são os exemplos que tem para ir firmando créditos de gaffe em gaffe. A Bem da Nação, claro.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho