Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Queimas e fogo posto são as principais causas de fogos de Outubro

Prémio Nobel da Medicina

Ideias

2018-03-22 às 06h00

Paulo Monteiro

A Comissão Técnica Independente aos incêndios revelou, na terça-feira, o seu relatório e, mais uma vez, uma das conclusões refere que as queimas e o fogo posto foram as duas principais causas das mais de 900 ignições registadas nos incêndios de Outubro do ano passado. Nada diferente daquilo que já não andamos há muito a dizer. E tudo isto a propósito de, na semana passada, ter recebido a visita de um leitor assíduo do jornal e habitante na freguesia de Nogueira (Braga). Queria lamentar a falta de limpeza das nossas florestas, das matas, dos preços exorbitantes que levam para limpar as terras e muito mais... Tinha consigo dois artigos saídos no Correio do Minho: o primeiro, da Ana Cristina Costa, Limpeza da Floresta e o meu Bom Dia intitulado Tanto incêndio com chuva.
Dizia: sabe... os políticos são todos uns populistas. Falam de nós, do povo que tem os terrenos e que os tem de limpar mas vá a Nogueira, às estradas ou à via rápida e veja se o Estado limpa aquilo que lhe pertence. Não limpa. E devia dar o exemplo. E continuava com os seus desabafos: sabe porque é que há tantas queimas? Porque fica mais barato para limpar os terrenos. Só que depois as pessoas não se apercebem dos ventos e descuidam-se e acontecem desgraças e incêndios. Este leitor falou ainda dos ventos, dos cortes de árvores, do que se fazia antigamente com a lenha... coisas que hoje não se fazem. Um discurso interessante e com lamentações para se chegar ao ditado já nosso conhecido: não faças aos outros o que não gostas que te façam a ti. E é bem verdade. E é por isso que o relatório também é duro. É tempo de mudar de vez as mentalidades e as acções...

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.