Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Quatro monumentos no Projecto ‘Revive’

Saúde escolar: parceiro imprescindível das escolas de hoje

Ideias

2016-12-28 às 06h00

Paulo Monteiro

Foi conhecida ontem a totalidade da lista de 30 monumentos que passaram a fazer parte do Projecto ‘Revive’. Uma iniciativa conjunta dos ministérios da Economia, Cultura e Finanças e que tem como objectivo abrir o património ao investimento privado para desenvolvimento de projectos turísticos. Uma excelente iniciativa que visa com que vários imóveis de interesse histórico espalhados pelo país, e que se encontram ao abandono ou em adiantado estado de degradação, possam ser revitalizados e estar ao serviço do Turismo.

A ‘bola’ passa agora para os privados que tenham interesse nestes imóveis e que podem ser explorados ao nível da hotelaria, restauração ou museu.

No Minho, são quatro os edifícios que passam a estar incluídos no projecto ‘Revive’: o castelo de Vila Nova de Cerveira (castelo medieval que, entre 1982 e 2008 serviu de Pousada); o Mosteiro de Sanfins de Friestas, em Valença (lindíssimo mosteiro em completo estado de degradação e que está incluído na rota românica do Alto Minho); o Mosteiro de Santo André de Rendufe, em Amares, e ainda o Forte de Ínsua, em Caminha. São quatro patrimónios minhotos que podem ser convertidos em projectos turísticos.

Esperemos agora que apareçam compradores. A média da venda de cada imóvel ronda os cinco milhões de euros e o Governo espera, também, arrecadar com esta iniciativa cerca de 150 milhões de euros. Excelente ideia.

Afinal, às vezes, também é bom abrir iniciativas aos privados...

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.