Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

Problemas recorrentes: resíduos fora dos ecopontos e contaminantes no vidrão

Os amigos de Mariana (1ª parte)

Problemas recorrentes: resíduos fora dos ecopontos e contaminantes no vidrão

Ideias

2021-12-22 às 06h00

Pedro Machado Pedro Machado

Aproxima-se o Natal, uma época de maior produção de resíduos e, como tal, nunca é demais voltar a alertar para os problemas recorrentes relativamente à recolha seletiva.
Temos todos que pensar no Ambiente e também na imagem da nossa cidade.
A colocação de resíduos fora do ecoponto, para além da poluição visual que causa, os resíduos podem voar ou ser arrastados, o papel/cartão pode ficar molhado e a sua reciclagem inviabilizada. Apesar de poderem estar cheios, todos os dias nos deparamos com alguns que, não estando cheios, têm muitos resíduos por fora.
Ao levar os resíduos ao ecoponto, caso este já se encontre cheio, pedimos sempre que haja sensibilidade para que se procure outro ecoponto próximo, ou que se aguarde mais um pouco até que a recolha seja efetuada, mas nunca os coloque fora do ecoponto. Há ecopontos que enchem com mais frequência: locais mais visíveis, de passagem ou de facilidade de estacionamento, outros ecopontos, na mesma zona, poderão estar vazios ou com mais capacidade, por serem mais “escondidos”. Poderão sempre, caso pretendam cooperar, ligar para o N.º verde 800220639, gratuito para o utente, e informar a necessidade de recolha.
No entanto, também há casos em que o ecoponto está “entupido”, com uma caixa de cartão por espalmar ou um saco fechado demasiado cheio, os sacos devem ser despejados para facilitar o processo de triagem e as caixas de cartão espalmadas ou até rasgadas, se forem demasiado grandes, bem como, empurrar bem se constatar que os resíduos ficam presos no marco dos ecopontos subterrâneos ou ficam presos na estrutura metálica que existe no interior, e que, na maior parte das vezes, não estão cheios.
Outro problema com que nos deparamos é a colocação de sacos de plástico cheios de garrafas de vidro nos ecopontos subterrâneos, ficando encravados no marco do ecoponto e aparentando que o mesmo está cheio sem o estar. No caso do vidro, ainda prejudica mais, pois é enviado diretamente para a fábrica de reciclagem, supostamente no vidrão só são colocadas embalagens de vidro, no entanto, temos sido penalizados devido à presença elevada de contaminantes, nomeadamente plástico, metal, entre outros materiais. A recolha do vidro é uma fileira exclusiva, que não passa na estação de triagem, é importante colocar apenas vidro de embalagem.
Noutros casos, estabelecimentos de restauração colocam sacos de vidro fora do ecoponto para não terem o “trabalho” de os despejar, obrigando os nossos colaboradores a colocar o vidro dentro do ecoponto, para que o possam recolher com a grua, perdendo tempo precioso para chegar a um maior número de ecopontos.
Há ainda o problema da resíduos e objetos de grandes dimensões junto aos ecopontos/contentores e/ou na rua pode originar situações de perigo, por exemplo vidros de grandes dimensões ou espelhos, e poluição, com a deterioração dos materiais, vazamento de líquidos, entre outros.
Os vidros de janela e espelhos não são recicláveis e deverão ser recolhidos pelo serviço de recolha de monstros, tal como os restantes objetos volumosos.
Por tudo isto, quanto mais contaminarmos os resíduos de embalagem, aumentando a quantidade de refugo, que terá de ir para aterro sanitário, pagando a respetiva TGR (Taxa de Gestão de Resíduos), estamos a prejudicar não só o Ambiente mas também a aumentar o custo do tratamento de resíduos, para todos.
Ajude-nos, ajudando-se!
Festas Felizes com Bom Ambiente!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

30 Junho 2022

Não há desculpas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho