Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Poupe energia (a máquina de lavar roupa)

O Estado da União

Escreve quem sabe

2012-01-14 às 06h00

Fernando Viana

Já aqui referimos que nos próximos tempos, perante o aumento dos impostos e reflexamente, do preço dos bens e serviços, os consumidores vão defrontar-se com uma diminuição do seu rendimento disponível.

Uma das formas relativamente simples e ao alcance de todos de aumentar os rendimentos pode decorrer por via da poupança energética. É evidente que esta via pressupõe uma atitude proactiva, consciente e constante, de mudança de comportamentos no dia-a-dia, com pequenos gestos que vão desde apagar o interruptor de uma lâmpada, à escolha de electrodomésticos mais eficientes energeticamente. Já aqui falámos dos frigoríficos e nas máquinas de lavar loiça.

Ocupemo-nos hoje das máquinas de lavar roupa.
Segundo o Guia da Eficiência Energética publicado pela ADENE (Agência para a Energia), as máquinas de lavar roupa são também grandes consumidoras de energia, já que entre 80 a 85% da energia utilizada destina-se a aquecer a água.

Convém chamar desde já a atenção para o facto de estarem a aparecer no mercado máquinas bitérmicas, com duas entradas de água independentes: uma para água fria e outra para a quente, as quais reduzem o tempo de aquecimento da água, alcançando uma importante poupança de energia, especialmente associada à utilização de painéis solares térmicos. Convém assim, na sua aquisição, privilegiar aquelas que possuem uma etiqueta energética mais eficiente (a qual varia da classe A para as mais eficientes até à classe G para as mais gulosas em termos de consumo de água e energia).

Considerando um consumo médio a 10 anos, a poupança apenas em termos de consumo de energia de uma máquina de lavar roupa da classe A pode atingir os 351€ em relação ao mesmo equipamento da classe G. Mas as possibilidades de poupança não se ficam por aqui:
• Procure utilizar a máquina quando está completamente cheia;
• Existem no mercado máquinas com programas de meia carga, o que reduz substancialmente o consumo de energia;
• As máquinas com sonda de água, que mede a sujidade da mesma, não a renovam enquanto tal não for necessário, reduzindo de forma importante o consumo de água e energia;
• Utilize preferencialmente programas de baixa temperatura;
• Aproveite o calor do sol para secar a roupa;
• Utiliza-se muito menos energia centrifugando do que utilizando uma máquina de secar roupa;
• Use produtos anti-calcário e limpe regularmente de impurezas o filtro da máquina. Assim, não diminui o seu desempenho, poupando energia;
• Se tem contratada a tarifa bi-horária, procure fazer as lavagens e utilizar a maior parte dos electrodomésticos no período nocturno.

Para mais informações, contacte o CIAB:
• Em Braga: R. D. Afonso Henriques, n.º 1 (Edifício da Junta de Freguesia da Sé) - telef: 253 617 604);
• Em Viana do Castelo: Av Rocha Páris, n.º 103 (Edifício Villa Rosa) - telef: 258 806 269;
• Serviço disponível também nas Câmaras de Amares, Arcos de Valdevez, Barcelos, Esposende, Melgaço, Monção, Montalegre, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro, Valença, Vieira do Minho e Vila Verde).

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.