Correio do Minho

Braga,

- +

Porque é que Braga é o Melhor Destino Europeu

A resolução de conflitos de consumo através da Internet (RLL)

Porque é que Braga é o Melhor Destino Europeu

Ideias

2021-04-30 às 06h00

Rui Marques Rui Marques

Braga foi eleita recentemente o Melhor Destino Europeu para visitar em 2021. A distinção foi atribuída pela ‘European Best Destinations’, uma organização independente sediada em Bruxelas que promove a cultura e o turismo na Europa e distingue, desde 2010, os destinos (cidades e países) mais atrativos para visitar na União Europeia.
A notícia desta eleição tem sido amplamente difundida pela comunicação social e nas redes sociais, surpreendendo, ainda, uma parte significativa dos portugueses.
Quem pensar que esta eleição é um produto do marketing ou fruto do acaso que se desengane. O sucesso turístico que Braga tem evidenciado nos últimos anos deve-se, por um lado, ao excelente trabalho de organização e promoção da oferta turística que tem vindo a ser desenvolvido pelo Município em estreita colaboração com uma rede alargada de parceiros públicos e privados, onde se inclui a Associação Comercial de Braga. Mas deve-se, sobretudo, ao valioso património material e imaterial que a cidade apresenta e a uma experiência turística que surpreende e apaixona quem visita Braga.
Mas, então, o que é que Braga tem de especial?

São muito e diversos os motivos que fazem de Braga uma cidade única. Atrevo-me, no entanto, a destacar a dimensão em que assenta a sua estratégia de posicionamento turístico: visitar Braga é uma verdadeira viagem no tempo.
Em Braga, um legado com mais de dois mil anos de história funde-se como o ritmo típico de uma cidade cosmopolita. É neste contraste que a cidade se sente bem e é dele que nasce a sua energia, tão contagiante para quem aqui vive como para quem a visita.
Ao visitar a cidade somos transportados para diferentes épocas que nos invadem ao passar de cada rua e ao olhar o património material. Braga é uma cidade de gente com “graça”, onde se sente e vê passado, presente e futuro. Uma cidade onde história, tecnologia e empreendedorismo se cruzam numa simbiose criativa.

Braga apresenta-se, assim, como um destino único onde podemos viajar no tempo e reviver as aventuras dos nossos antepassados, mas também como um desafio à descoberta do futuro através de experiências inovadoras e irreverentes numa cidade contemporânea, pujante, arrojada, jovem e empreendedora.
Braga possui, ainda, um vasto património cultural, cujo ex-líbris é o Santuário do Bom Jesus do Monte, Património Mundial da UNESCO. E em Braga encontra-se também a mais antiga Catedral de Portugal e a Casa-Mãe dos beneditinos - o Mosteiro de Tibães.

O legado romano é outro dos seus fatores atrativos, fazendo com que seja frequentemente apelidada de ‘Roma Portuguesa’, fruto da sua origem na cidade romana de Bracara Augusta.
Conhecida pelas suas distintas igrejas, esplêndidas casas do século XVIII, jardins, parques e espaços de lazer, a longa história de Braga é visível em todo o esplendor nos seus monumentos, museus e igrejas.
Denominada de capital do Comércio, Braga assume-se, ainda, como um dos principais destinos de compras de Portugal. Com a mais extensa rede de artérias pedonais do país, dispõe de mais de duas mil lojas no seu centro histórico que acrescentam dinamismo, movimento e alegria às suas ruas comerciais. Acolhendo com o mesmo entusiasmo a tradição e a novidade, conjuga, de forma harmoniosa, as suas lojas centenárias com algumas das concept stores mais sofisticadas do país. À semelhança do que sucede no comércio também na restauração esta simbiose é uma marca distintiva, com a gastronomia minhota a conviver sem preconceitos com os novos conceitos de restauração que fervilham pela cidade.

Talvez, por isso, um dos maiores segredos do sucesso de Braga é que esta é uma cidade onde apetece viver, como atesta a própria Comissão Europeia ao considerá-la como uma das cidades mais felizes e com melhor qualidade de vida da Europa.
Também de insuspeitas e prestigiadas organizações internacionais, como a ONU e a OCDE, chegam elogios ao trabalho desenvolvido no Município de Braga nas questões relacionadas com as políticas públicas aqui prosseguidas ao nível do desenvolvimento sustentável e da promoção de respostas à pandemia de Covid-19, indicando Braga como um exemplo de boas práticas nestas matérias.
Vivemos um dos períodos mais difíceis da nossa existência. A pandemia de Covid-19 mudou as nossas vidas e provocou uma crise económica e social sem precedentes, pelo que, a eleição de Braga como Melhor Destino Europeu não podia acontecer num timing mais oportuno.

Esta distinção é, assim, um justo e merecido prémio para a cidade, para todos os bracarenses, e, de uma forma muito particular, para os empresários e profissionais do setor do turismo que fazem de Braga um destino que marca positivamente quem nos visita.
Para além de nos encher de orgulho, este reconhecimento internacional gera um suplemento adicional de alento e motivação para suportarmos esta difícil caminhada e gera, sobretudo, um sentimento de esperança e confiança num futuro melhor.
Estou certo de que esta distinção vai contribuir decisivamente para o processo de afirmação internacional de Braga e que vai funcionar como uma mola impulsionadora do nosso processo de retoma económica, aumentando significativamente a velocidade com que vamos atingir e superar o desempenho que registávamos antes desta pandemia.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho