Correio do Minho

Braga, segunda-feira

População da União Europeia sem Facebook? Parece mas...não

A vida não é um cliché

Ideias

2018-05-21 às 06h00

Paulo Monteiro

O Facebook apagou, nos primeiros três meses do ano, 583 milhões de contas falsas. Parece muito, ou parece pouco? E se lhe disser que é praticamente este o número da população total da União Europeia? Já tem noção da quantidade de pessoas e, neste caso particular, de contas falsas que existiam no Facebook? E, é claro, que certamente muitas ainda existem.
Tudo isto vem no relatório tornado público pelo Facebook sobre "moderação de conteúdo" e onde destaca que foram anuladas 21 milhões de mensagens que continham cariz sexual, mais de 2,5 milhões de mensagens com conteúdos de ódio e muitos outros milhões de mensagens quando o seu teor continha violência gráfica ou propaganda terrorista.

Não há dúvida de que Mark Zuckerberg está a cumprir com o que prometeu aquando da sua audição no Congresso norte-americano, mas ainda há muito para fazer. E neste capítulo as notícias falsas, conhecidas por 'fake news', vão continuar a inundar as redes sociais. Aliás, uma arma usada, segundo dizem, por Vladimir Putin nas eleições dos Estados Unidos da América e no 'Brexit'. Notícias falsas que surgem todos os dias em sites que se julgam credíveis e que depois são transportados para as redes sociais e originam milhares e milhares ou milhões de comentários. Esta é que é a verdadeira praga deste século, que nunca mais pára e que muitas vezes nos deixa com dúvidas. É que o velho ditado está aqui muito bem presente: "Será que uma mentira repetida mil vezes se torna verdade?". Às vezes é bem verdade mas... não devia ser. Pode ser que Zuckerberg descubra uma inteligência artificial para acabar, de vez, com as notícias falsas...

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

22 Outubro 2018

A multidão e a cidadania

22 Outubro 2018

A pretexto de coisa alguma

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.