Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Os preços nas auto-estradas

Sem Confiança perde-se a credibilidade

Ideias

2017-08-29 às 06h00

Paulo Monteiro

Não vou escrever sobre o preço das portagens, apesar de existirem algumas desigualdades em distâncias quase iguais, ou falar mesmo dos preços elevados em alguns percursos. Isso já falei em tempos e certamente um dia voltarei a falar.
Mas o assunto de hoje veio à baila numa conversa entre amigos num café à beira mar e onde se falava dos preços elevados nas estações de serviço das auto-estradas.

Tirando algumas épocas do ano, a grande parte está vazia e algumas até fecharam mesmo porque não têm clientes suficientes que se justifique a sua abertura, ou seja: dão prejuízo. Então porque é que a gasolina não é mais barata que nos outros locais e assim chama mais público, este pára, faz um descanso e segue viagem?

E porque é que os cafés e restaurantes das auto-estradas não fazem preços muito mais convidativos? Assim têm mais clientes, estes descansam mais um pouco e seguem a sua viagem. Já alguém pensou nisso? Certamente que já. Só que, pelos vistos, não estão interessados ou, as regras e as leis não permitem que isso se faça.

Só que não sei se será bem assim... Pelo menos vendo o preço da gasolina nos ‘placard’ ao longo das auto-estradas, todos eles têm praticamente o mesmo preço. Os preços são ‘combinados’. De vez em quando lá aparece um ou outro com menos um cêntimo, mas é raro, quase sempre os preços são os mesmos.

O certo é que se podia ganhar muito com outra política de preços. Vejam, por exemplo, alguns lances de auto-estrada, mais pequenos, com estações de serviço quase sempre vazias e, quando entramos nelas, também já vemos muitas prateleiras que dantes tinham artigos e hoje nada têm. Com outras políticas, com outros preços ficávamos todos a ganhar. E os automobilistas agradeciam, e a Prevenção Rodoviária ficava a ganhar...

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.