Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Orçamento Participativo faz ‘milagres’

Sinais de pontuação

Ideias

2016-12-26 às 06h00

Paulo Monteiro

As populações da União de Freguesias Arga Baixo, Cima e São João e a freguesia de Dem passaram a estar ligadas à internet. O mundo ficou mais perto. Tudo porque o projecto, orçado em 40 mil euros, foi um dos vencedores do Orçamento Participativo de Caminha. Por isso... o ‘milagre’ aconteceu.

O primeiro OP surgiu em 2002, em Palmela, e no final de 2015 já eram 83 os processos de OP activos em Portugal. Orçamentos esses, na sua maioria, deliberativos; isto é: propostas exclusivas dos cidadãos. E não há dúvida nenhuma que se tornou uma das formas mais democráticas de chamar o cidadão a tomar decisões importantes para a sua terra.

E os OP existem por quase todo o Minho. Em Braga, por exemplo, este ano, a autarquia destinou 850 mil euros do seu orçamento para o OP. Foram apresentadas 88 propostas tendo seguido para votação 67, acabando por serem escolhidos os oito melhores projectos. Assim passaram a ser realidade projectos como a ampliação e remodelação dos vestiários-balneários do Parque Desportivo de Guisande ou o projecto Planetário - Casa da Ciência de Braga, por exemplo. Mas há mais: dos 850 mil euros, 100 mil foram destinados para o OP Escolar, onde as escolas também têm uma palavra a dizer.

Aqui surgiram 17 projectos e sete foram contemplados onde se destaca, por exemplo, a criação de uma sala de ‘Snoezelen’ no Agrupamento de Escolas de Real, ou o projecto ‘Combate ao Abandono Escolar’ do Agrupamento de Escolas D. Maria II. Não há dúvida de que os OP vieram para ficar.

Somos o país da Europa com mais interesse nestes OP. E os êxitos são tão grandes que agora também o Governo os quer promover...

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.