Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Obrigado Carlos Videira!

Saúde escolar: parceiro imprescindível das escolas de hoje

Ideias Políticas

2016-01-12 às 06h00

Francisco Mota

A cada ano as organizações renovam o seu corpo directivo, reposicionam estratégias e redefinem objectivos. A associação Académica da Universidade do Minho cumpre de igual forma esse mesmo ritual. Carlos Alberto Videira ficará necessariamente na História da AAUM, da Universidade do Minho e da cidade de Braga, ele e a sua equipa não só fecharam um ciclo da maior associação juvenil do distrito como consolidaram a liderança na voz e na visão dos estudantes para o ensino superior e na vida em comunidade.

Tive o prazer de partilhar e privar muito de perto os três anos de mandato do Carlos, descobrindo em si o mais puro das lideranças: a humanidade e a solidariedade dos seus actos. De inteligência ímpar, de um argumentário vasto e de uma persistência reconhecida construiu à sua volta uma nova visão associativa e académica dando-lhe reconhecidos créditos por todo o País. Mas também sei que tudo o que fez não foi para ser conhecido, mas simplesmente porque esta era a sua missão: servir os estudantes.

Desde a criação de um Fundo Social de Emergência, à revisão do regulamento académico, passando pela diminuição do pack de senhas da cantina e dos transportes, a defesa pela RUM (Rádio Universitária do Minho), revendo e relendo inúmeras vezes o regulamento de atribuição de bolsas para que fosse mais justo e abrangente na defesa dos mais carenciados, no empenho para que as actividades lúdicas e de tradição académica chega-se a todos, foi desta forma que trabalhou diariamente com a proximidade e dedicação que o cargo exercia mas sobretudo com a exigência que incutia a si próprio.

Não sendo um Bracarense de gema, não deixou de ser um dos maiores e mais legítimos representantes do nosso território e das nossas gentes além fronteira municipais e nacionais. Conquistou o troféu que reconfirmou a importância do desporto universitário, o de UMinho - Campeã Europeia de Desporto Universitário, trouxe para a nossa Região grandes provas internacionais, como o Campeonato do Mundo e Europeu de Andebol Universitário.

Este minhoto, de Vila Praia de Âncora, mas convertido num Bracarense apaixonado e dedicado à urbe, merece de Braga um profundo agradecimento por toda a entrega e dedicação com que abraçou a nossa terra e escancarou a academia à cidade, dando a oportunidade de envolver e desenvolver-se num novo horizonte, tornando-a mais atractiva para quem nela estuda bem como para quem nela reside.

O Videira foi e é um despertador de sonhos e de novas vontades, conheço nele o homem que sonha e a obra que nasce.

Como disse, ficará na História, mas também estou certo que consigo leva a História da AAUM, da Universidade e da Cidade.

O futuro faz-se com passagens e testemunhos de quem cumpriu e fez sempre mais do que lhe foi pedido.

Por tudo isto: Obrigado Carlos Videira!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias Políticas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.