Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

O tesouro (escondido) na Penha

A praia: um lugar ameaçado de extinção

O tesouro (escondido) na Penha

Ideias

2023-06-03 às 06h00

Vítor Oliveira Vítor Oliveira

Sabemos que a montanha da Penha (ou Monte de Santa Catarina) é o ponto mais elevado da área urbana de Guimarães. Sabemos também que impressiona pela sua extensa área verde, pelos seus 60 hectares de beleza, harmonia, imponência do granito, ermidas, caminhos pedonais, fontes, miradouros. E uma paisagem a perder de vista…
São 617 metros de altitude que revelam, ainda, uma densidade florestal povoada por recantos singulares, penedos, grutas e espaços de lazer bem preservados que convidam ao culto de momentos de tranquilidade. E de paz. No verão, é a “Praia Verde” de Guimarães. Ao longo de todo o ano, é o “pulmão” de uma cidade que respira contemporaneidade, história e património: natural e humano.
Os que por lá passam encontram um vasto conjunto de equipamentos, destacando-se um parque de campismo de montanha, um hotel, um campo de minigolfe, circuitos de manutenção, áreas de passeio e piquenique, restaurantes, bares, esplanadas...

Na próxima segunda-feira, 05 de junho, Dia do Ambiente, a Penha completa 100 anos que foi classificada como estância turística, através do Decreto nº 8894, de 05 de junho de 1923, subscrito pelo então Ministro João Vaz Guedes.
A data, porém, será comemorada este domingo, com a visita do Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, no âmbito de um programa oficial que integra uma exposição de meios da Proteção Civil, uma apresentação do plano de requalificação e de preservação desenvolvido pela Irmandade da Penha, descerramento de uma placa comemorativa do centésimo aniversário, mas também visita ao Santuário e aos… aos jardins históricos do “Parque da Penha”.
Aqui está, provavelmente, um dos maiores “segredos” e tesouros da montanha, com um jardim classificado de interesse público, onde florescem mais de 300 espécies diferentes de plantas e cerca de 700 árvores, algumas com mais de 30 metros de altura!
Este espaço verde, com aproximadamente 4 hectares, é um jardim romântico que faz parte dos Jardins Históricos de Portugal e que foi classificado de interesse público em março de 2019 pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas.

Trata-se de um jardim de época, datado do início do século XX, onde se destaca um pequeno castelo. O espaço foi adquirido, em 1907, por João Rodrigues Loureiro, um dos maiores comerciantes e industriais do Vale do Ave, na época.
A área verde pode ser explorada pelos seus caminhos serpenteantes e labirínticos, delimitados por pedras de granito que conduzem os visitantes até fontes, mirantes, lago com fruta, pequenas casas de fresco, coreto e torre com ponte “camuflados” de musgo na paisagem verde.
Hoje, os quatro hectares de natureza abraçam o projeto “The Grove Houses” que, apesar de ser uma propriedade privada, não fecha portas a visitantes. Aliás, quem não estiver alojado no empreendimento, pode fazer uma visita guiada ao jardim mediante marcação prévia.

100 anos depois, a Penha, enquanto estância turística, reinventa-se e demonstra o vigor da sua beleza, do seu património natural, do seu conjunto de árvores seculares, das sombras frescas onde se refugiam muitos vimaranenses (e não só) nos dias de verão em que é necessário temperar o calor…
Por falar nisso, o chamado período dos potenciais fogos florestais está aí à porta. A implementação de um plano de requalificação, iniciado em 1998, e o permanente trabalho de preservação têm permitido que a estância turística da Penha seja hoje considerada um bom exemplo no que às boas práticas de prevenção de incêndios diz respeito.
Poucos terão memória presente, mas o Monte de Santa Catarina, hoje Montanha da Penha, chegou a ser uma serra não arborizada, onde pouco existia, a não ser o ar puro e os proeminentes penedos. Que deram origem ao nome pela qual hoje é conhecida a montanha mais acarinhada pelos vimaranenses...

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho