Correio do Minho

Braga, quarta-feira

O dia em que morreu Camilo...

Sem Confiança perde-se a credibilidade

Ideias

2018-06-01 às 06h00

Paulo Monteiro

O dia 1 de Junho é designado Dia Mundial da Criança, mas também é o Dia Nacional do Sobreiro e o Dia Mundial do Leite. O certo é que hoje todas as atenções estão viradas para os mais pequenos. Hoje é o dia deles. Um dia que devia repetir-se obrigatoriamente todos os dias...
Mas hoje também é um dia triste já que faz 128 anos (1890) que se suicidou, em São Miguel de Seide, Vila Nova de Famalicão, o escritor Camilo Castelo Branco. Tinha 65 anos. Sofria de graves problemas de visão e a cegueira estava perto o que o impedia de fazer aquilo que ele mais gostava: escrever. Nesse dia tinha recebido a visita do seu médico, Edmundo Magalhães Machado, mas não gostou muito da conversa. Muito provavelmente não lhe terá dado muitas esperanças apesar de não o ter dito abertamente. O certo é que no momento em que Ana Plácido, mulher de Camilo, acompanhava o médico até à porta, Camilo Castelo Branco disparou um tiro na têmpora direita...
suicidando-se.

Eram 15,15 horas. Camilo é hoje, mais uma vez, recordado, pelo facto de ter ligações muito profundas ao Minho e à imprensa regional. É verdade. Foi o primeiro redactor do Aurora do Lima, chegando a viver em São João de Arga quando escrevia naquele jornal e por ali ficou durante alguns meses. E foi o grande responsável pelo surgimento do jornal Maria da Fonte, com 132 anos e pertencente ao grupo Arcada Nova e do qual fazem ainda parte o jornal Correio do Minho e a rádio Antena Minho. Surgiu como resposta à publicação do seu livro A Maria da Fonte. Toda esta história pode ser encontrada em vários documentos que se encontram no Centro Interpretativo Maria da Fonte, na Póvoa de Lanhoso, e que valem a pena uma consulta. Também a Casa de Camilo, em Seide, merece uma visita. Tudo para conhecer a sua ligação ao Minho. E vale a pena!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.