Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Maior recolha de Agosto de todos os tempos!

Escrever e falar bem Português

Ideias

2016-09-07 às 06h00

Pedro Machado

Desde 1996, quando obteve a concessão do Estado Português para tratar e valorizar os resíduos dos municípios de Braga, Póvoa de Lanhoso e Vieira do Minho, e a partir de 1999, Amares, Vila Verde e Terras de Bouro, que a Braval sempre conduziu a sua atividade tendo em vista a melhoria contínua dos serviços prestados.
Uma das principais tarefas que presidiram à criação da Braval foi a implantação da recolha seletiva, caminho que foi percorrido com sucesso apesar de todas as vicissitudes, num esforço conjunto com os municípios da sua área de abrangência, para corresponder ás necessidades da população.

Em 1999 foram colocados os primeiros 40 ecopontos, distribuídos pelos 6 municípios; em 2001, foram colocados mais 120 ecopontos e, desde aí, a rede de ecopontos foi sempre aumentando, passados 20 anos da criação da Braval, temos 1400 ecopontos, num rácio de 1 ecoponto por cada 200 habitantes, dos mais elevados do país.

Os resultados da recolha seletiva traduzem este esforço: na área da Braval, foram enviados para reciclagem 34,7kg por habitante, em 2015, enquanto que a média nacional ronda os 28kg per capita. No caso do vidro, a diferença acentua-se mais, com a Braval a enviar para reciclagem 22,7kg por habitante, sendo que, a média nacional é de aproximadamente 15kg per capita.
Estes resultados espelham o esforço do sistema e dos municípios em prestarem um serviço de qualidade, quer na recolha, no transporte e na triagem dos resíduos.

A recolha é efetuada várias vezes por semana nas zonas urbanas, todas as semanas nas zonas periurbanas e quinzenal ou mensalmente nas zonas rurais.
Este serviço de qualidade é abalado em agosto, devido ao aumento da população residente, com o regresso dos emigrantes e até com o aumento do número de turistas, como é o caso do Gerês.
Em agosto de 2016, as quantidades de resíduos recolhidos nos ecopontos aumentaram 15% face ao mês de agosto de 2015, baterem-se todos os recordes desde o início da atividade da Braval!
Em termos de vidro foram recolhidas 855 toneladas, mais 145 toneladas do que em agosto de 2015, um aumento de 20%, sendo que a média mensal de recolha de vidro (em 2015) foi de 523 toneladas.

No caso do papel e das embalagens, foram recolhidas 898 toneladas, mais 111 toneladas do quem agosto de 2015, um aumento de 15%. A média mensal de recolha de papel e embalagens (em 2015) foi de 705 toneladas.
Também o número de horas de recolha aumentou 15% e o número de contentores recolhidos aumentou 18%, face ao mesmo mês do ano passado.

O que acontece em muitos locais é que, como os ecopontos enchem com mais frequência, as pessoas vão colocando os resíduos fora do ecoponto, o que por si também é proibido pelo Regulamento Municipal de Resíduos dos vários municípios.
A Braval tenta resolver as situações o mais rapidamente possível, mas com tanto aumento de resíduos e os mesmos meios do resto do ano é difícil corresponder de imediato.
Deve haver também uma coresponsabilização quer da população, quer dos circuitos de recolha de resíduos indiferenciados.

Os munícipes não deverão colocar os resíduos fora do ecoponto, devem aguardar a recolha ou procurar um ecoponto próximo, bem como, contactar-nos a informar quais os locais mais problemáticos. Por outro lado, também ter o cuidado de espalmar as embalagens e desfazer caixas de cartão grandes pois, muitas vezes, os ecopontos estão cheios de “nada”, com caixas a impedir a colocação de mais resíduos.

Quanto aos serviços de recolha de resíduos indiferenciados apela-se também à colaboração para tentar resolver alguns dos problemas, nomeadamente, com a recolha de resíduos colocados ilegalmente fora dos ecopontos.
Para continuar a manter um serviço de recolha eficiente é necessário o esforço e coresponsabilização de todos.
Vamos tentar melhorar no futuro.
Ajude-nos, ajudando-se!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.